Publicidade

Correio Braziliense

Homem que matou cachorro na Asa Sul é multado em R$ 39 mil

Engenheiro é acusado de matar a pauladas o cachorro de um vizinha, após ter sido atacado pelo animal


postado em 14/11/2019 12:59 / atualizado em 14/11/2019 16:05

Caso está sendo investigado pela 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul)(foto: Adauto Cruz/CB/D.A Press)
Caso está sendo investigado pela 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) (foto: Adauto Cruz/CB/D.A Press)
O Instituto Brasília Ambiental (Ibram) multou em R$ 39 mil o engenheiro, de 43 anos, que matou um cachorro a pauladas na semana passada. O crime ocorreu na na segunda-feira (4/11) na 715 Sul. O suspeito afirma que o animal, da raça labrador, o atacou enquanto estava solto na rua. 

Para o Ibram, a atitude do engenheiro foi um “ato de crueldade contra o cão, que culminou na morte do animal”. A instituição informa que o infrator pode requerer o parcelamento da multa. Ainda será necessário um julgamento para definir se o valor da multa permanece o mesmo. O órgão aguarda a apresentação da defesa do acusado. 

Entenda o caso

Na segunda-feira, um engenheiro ambiental foi preso em flagrante, após matar um cachorro espancado. O animal pertencia a uma idosa de 81 anos, que morava próximo ao acusado. Em depoimento à polícia, o engenheiro alegou que durante o período em que o cachorro estava solto, ele teria avançado nas pessoas. 

No dia do crime, o cão teria mordido o acusado. Segundo o depoimento da idosa,  o suspeito foi a casa dela e relatou o ataque, depois retornou com um pedaço de pau e deu diversos golpes no cachorro. O acusado foi liberado depois de pagar uma fiança de R$5 mil. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade