Publicidade

Correio Braziliense

Homem é condenado por feminicídio de companheira com quem viveu 20 anos

O crime aconteceu em julho de 2017. Valdeci José dos Santos tinha um relacionamento com a vítima havia pelo menos 20 anos.


postado em 15/11/2019 11:12 / atualizado em 16/11/2019 19:29

Além de matar a mulher, o homem trancou a filha dela num quarto(foto: Maurenilson Freire/CB/D.A Press)
Além de matar a mulher, o homem trancou a filha dela num quarto (foto: Maurenilson Freire/CB/D.A Press)
O Tribunal do Júri de São Sebastião condenou o réu Valdeci José dos Santos a 22 anos de prisão. Ele era acusado da morte de uma mulher com quem se relacionava em julho de 2017. Segundo a denúncia, o homem teria um relacionamento com a vítima havia pelo menos 20 anos e disparou contra ela, após suspeitar que a mulher tivesse roubado a carteira dele. O crime foi julgado como feminicídio

De acordo com os autos analisados pelo júri, Valdeci também se relacionava com outras jovens. Ele oferecia bens e dinheiro em troca de favores sexuais, além de drogas como cocaína. Em contrapartida, o homem gostava de manter a imagem de tradicional religioso e pai de família. 

A vítima deixou uma filha, à época com menos de um ano de idade. Valdeci prometeu a ela que cuidaria da criança, mas trancou o bebê em um quarto da chácara no dia do crime, “isso sem se preocupar com as consequências para a infante”, ressaltou o magistrado.

O homem foi condenado por homicídio triplamente qualificado por motivo fútil, uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima e feminicídio, em razão da condição de sexo feminino, em contexto de violência doméstica e familiar e porte ilegal de arma de fogo. O réu não poderá recorrer em liberdade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade