Publicidade

Correio Braziliense

Campanha contra o sarampo alcança jovens entre 20 e 29 anos

Dos cinco casos da doença registrados no DF em 2019, três estão dentro desta faixa etária. Doses estão disponíveis em todas as salas de vacinação do Distrito Federal


postado em 18/11/2019 15:58 / atualizado em 18/11/2019 15:58

"Eu acho que todo mundo deveria ter mais consciência em relação a manter as vacinas em dia", diz a técnica de enfermagem Maysa Alves dos Santos, 20, que procurou o posto de vacinação nesta manhã (foto: Vinicius Cardoso/Esp. CB/D.A Press)
Começou nesta segunda-feira (18/11) a segunda fase da campanha de vacinação contra o sarampo. Desta vez, o público-alvo são jovens de 20 a 29 anos. A dose pode ser tomada em qualquer sala de vacinação, de acordo com o horário de funcionamento de cada uma (confira endereços e horários). São 200 mil aplicações disponiveis. A campanha segue até 30/11, data marcada para o Dia D.

A vacina tríplice viral, além de prevenir o sarampo, combate a rubéola e a caxumba. Todas as pessoas, de 1 a 29 anos, que não tenham sido imunizadas devem tomar duas doses, com intervalo de 30 dias. Para aqueles com idade entre 30 e 49 anos, uma aplicação. A orientação da Secretaria de Saúde é que de os pacientes levem o cartão de vacina, mas, caso não tenham o documento e não lembrem te de ter tomado, compareçam aos postos.

A técnica de enfermagem Maysa Alves dos Santos, 20 anos, tomou a dose nesta manhã e saiu com um cartão novo, pois havia perdido o anterior. Além da tríplice viral, a jovem tomou a vacina anti-rábica. "Eu acho que todo mundo deveria ter mais consciência em relação a manter as vacinas em dia. Isso é de suma importância para prevenirmos doenças", comenta. 

A Secretaria de Saúde informou que os jovens são uma das faixas etárias mais atingidas pela doença no Distrito Federal. Dos cinco casos de sarampo registrados neste ano, três pacientes tinham entre 20 e 29 anos, segundo a enfermeira de imunização da pasta, Fernanda Ledes Brito. "As pessoas dessa idade não costumam buscar os postos de vacina; então, as doenças que voltam, retornam justamente nessa faixa etária", destaca.

Sarampo

O sarampo é uma doença contagiosa que pode ter complicações graves, podendo levar à morte. O vírus é transmitido pela tosse, pela fala ou pelo espirro. Os sintomas são manchas avermelhadas pelo corpo, febre, coriza, conjuntivite e manchas brancas na mucosa bucal. Não há tratamento específico para a cura. Em casos menos graves, a indicação é ingerir bastante líquido e controlar a febre. A ingestão de vitamina A ocorre mediante indicação médica.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade