Publicidade

Correio Braziliense

Professor acusado de ministrar conteúdos eróticos será ouvido pela polícia

Segundo investigadores, o docente ensinava aos alunos do 6° ano temas sexuais, como sexo oral e anal


postado em 19/11/2019 19:54 / atualizado em 19/11/2019 19:55

Além do professor, as crianças também prestarão depoimento(foto: Amilton Júnior/CB/D.A Press)
Além do professor, as crianças também prestarão depoimento (foto: Amilton Júnior/CB/D.A Press)
O professor de português acusado de ministrar aulas com conteúdos eróticos para estudantes do 6° ano do Centro de Ensino Fundamental (CEF) 104 Norte prestará depoimento na 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte). Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), os alunos também serão ouvidos para obter o maior número de provas possível. 

O docente, de 25 anos, que estava em contrato temporário, é suspeito de ensinar temas como sexo oral e anal para crianças de 10 e 11 anos. Fotos do quadro tiradas por alguns estudantes foram capazes de confirmar os temas sexuais mencionados e escritos por ele na lousa. 

O caso foi registrado na 2ª DP. Conforme a ocorrência, as crianças ficaram assustadas e algumas até se recusaram a assistir à aula. A denúncia partiu do diretor da instituição de ensino. Ele compareceu à delegacia em 13 de novembro, após ser informado pelos pais sobre o ocorrido. A investigação é tratada como prioritária pela polícia. Por isso, a corporação informou de que não prestará mais informações a fim de garantir o êxito da apuração, bem como preservar as crianças e adolescentes.
 
Procurada pela reportagem, a Secretaria de Educação informou, em nota, que o contrato do professor, que é temporário, será rescindido. "As autoridades policiais já foram comunicadas pela direção da escola. Os estudantes receberão o devido apoio do Serviço de Orientação Educacional", acrescentou a pasta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade