Publicidade

Correio Braziliense

Nota Legal: prêmio de R$ 500 mil sai para compra feita no Sudoeste

Contribuinte sorteado fez compra em padaria do Sudoeste no valor de R$ 17,66, em 8 de abril deste ano


postado em 25/11/2019 17:52 / atualizado em 25/11/2019 21:24

(foto: Walder Galvao/CB/D.A Press)
(foto: Walder Galvao/CB/D.A Press)
O prêmio de R$ 500 mil do segundo sorteio do programa Nota Legal de 2019 saiu para uma pessoa que fez compra de R$ 17,66 em uma padaria do Sudoeste, no último 8 de abril.

O sorteio, que premiou 12,6 mil notas fiscais, distribuindo ao todo R$ 3 milhões, foi realizado nesta segunda-feira (25/11) pela Secretaria de Economia do Distrito Federal. 

O menor prêmio é de R$ 100, mas há outros prêmios de grande valor. Dois bilhetes renderão R$ 200 mil; três, R$ 100 mil; e quatro, R$ 50 mil (veja quadro abaixo). 

Os contribuintes que concorreram a essa premiação são pessoas cadastradas no Nota Legal e que indicaram o CPF na compra de produtos e serviços em estabelecimentos na capital entre 1º de novembro de 2018 e 30 de abril de 2019. 

Além disso, para concorrer, a pessoa não pode ter débitos com o Governo do Distrito Federal. Ao todo, 53.441.295 bilhetes foram gerados.

Como saber se foi sorteado?

A lista dos bilhetes contemplados será publicada no site do Nota Legal e no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). Os ganhadores serão avisados por e-mail e terão 180 dias para indicar a conta-corrente ou poupança na qual deverá ser feito o depósito.

Essa indicação é feita dentro do próprio site do Nota Legal, no campo específico relacionado ao sorteio.

O nome dos ganhadores não será divulgado. Com o número do bilhete e a checagem no site do programa, o ganhador tem acesso aos dados do prêmio. Caso não ocorra o resgate no período indicado, o dinheiro retorna para o caixa do Tesouro do DF.

De acordo com o secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, o nota legal foi criado com o objetivo de incentivar as pessoas a exigir o comprovante e, dessa forma, fazer justiça fiscal. "O programa é a maior expressão da democracia e da cidadania. À medida que todos a emitem, você arrecada mais e consegue privilegiar quem auxiliou o programa", afirma. 

O número de participantes tem aumentado nos últimos anos. A Secretaria de Economia explica que houve crescimento de 48% dos bilhetes participantes em comparação com a quantidade do sorteio que ocorreu há dois anos. Com inofrmações da Secretaria de Economia do DF

Confira a relação dos 10 primeiros sorteados do Nota Fiscal

Confira a relação dos dez primeiros sorteados do Nota Fiscal(foto: Governo do Distrito Federal)
Confira a relação dos dez primeiros sorteados do Nota Fiscal (foto: Governo do Distrito Federal)
 
*Estagiária sob supervisão de Humberto Rezende 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade