Publicidade

Correio Braziliense

Médico de 45 anos é morto por policial militar durante abordagem na Asa Sul

De acordo com a PM, um amigo da vítima sacou uma arma calibre .38 em direção aos policiais durante abordagem na 314/315 Sul


postado em 28/11/2019 08:28 / atualizado em 28/11/2019 13:26

Abordagem da Polícia Militar ocorreu próximo ao carro em que a dupla estava(foto: Divulgação/Redes Sociais)
Abordagem da Polícia Militar ocorreu próximo ao carro em que a dupla estava (foto: Divulgação/Redes Sociais)
Um médico foi morto após ser baleado por um policial militar na madrugada desta quinta-feira (28/11), na Asa Sul. Luiz Augusto Rodrigues, 45 anos, estava em um bar na comercial da 314/315 Sul, com um colega, quando foi abordado por uma guarnição de militares que patrulhavam na região.

 

Segundo informações obtidas pela reportagem, o médico costumava frequentar os bares da quadra há pelo menos dois anos. Na noite desta quarta-feira (27/11), a dupla assistia o jogo entre Flamengo e Ceará. Eles deixaram o local por volta de meia-noite. Funcionários do estabelecimento não viram o ocorrido, que se passou na área de estacionamento da quadra. Moradores, contudo, relataram ter ouvido os disparos, mas não quiseram comentar sobre a situação.


De acordo com a Polícia Militar, a vítima e o amigo estavam em atitude suspeita, próximos a um carro Ford/Ranger. Quando os policiais abordaram a dupla, um deles sacou um revólver calibre .38 e teria apontado em direção aos policiais. O amigo de Luiz tem 51 anos e é policial militar da reserva. 

Segundo a corporação, diante da situação os miliatares efetuaram dois disparos em direção aos homens. Declararam ser por legítima defesa.

O Corpo de Bombeiros foi acionado pelos militares. O óbito foi confirmado no local e a Polícia Civil (PCDF) realizou perícia. O caso está sendo investigado pela 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul). A ocorrência foi registrada ainda de madrugada. Policiais estão nas ruas realizando diligência sobre o caso, mas a investigação ocorre em sigilo. 
 
Em nota, a Polícia Militar (PMDF) informou que "lamenta profundamente o desfecho da ocorrência" e que será instaurado, ainda hoje, um inquérito para apurar todas as circunstâncias. 
 

Carreira


Formado na Universidade do Grande Rio (Unigranrio), o médico abriu um consultório próprio há pouco tempo, fazendo tratamentos especializados em endoscopia. O Correio foi até o local, na Asa Norte, mas o espaço estava fechado como forma de luto pela morte do médico. A equipe colocou um aviso na porta, em homenagem ao médico. Antes de mudar o local do negócio, o médico atendia como clínico geral em duas unidades Clínica da Mama. 
 
O consultório particular do médico amanheceu com um aviso de luto nesta quinta-feira (28/11)(foto: Vinicius Cardoso/CB/DA.Press)
O consultório particular do médico amanheceu com um aviso de luto nesta quinta-feira (28/11) (foto: Vinicius Cardoso/CB/DA.Press)
 
O Sindicato dos Médicos do Distrito Federal (SindMédico-DF) divulgou uma nota pública em solidariedade a morte de Luiz Augusto. Leia o comunicado a seguir:

"A diretoria do Sindicato dos Médicos do Distrito Federal (SindMédico-DF) registra o pesar de toda a comunidade médica do DF e se solidariza com a esposa e os familiares do médico Luiz Augusto Rodrigues, morto na noite desta quarta-feira em circunstância trágica.

O SindMédico-DF espera que o ocorrido seja investigado pelas autoridades policiais, com celeridade rigor, para a devida elucidação dos fatos e  apuração de responsabilidade". 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade