Publicidade

Correio Braziliense

GDF publica regras para ambulantes no réveillon

Serão liberadas 90 autorizações para comércio nas festas de 31 de dezembro e 1º de janeiro. Escolha dos vendedores será por meio de sorteio


postado em 05/12/2019 10:59 / atualizado em 05/12/2019 11:00

Vendedores ambulantes precisarão de autorização para vendas no Ano Novo(foto: Helio Montferre/Esp. CB/D.A Press)
Vendedores ambulantes precisarão de autorização para vendas no Ano Novo (foto: Helio Montferre/Esp. CB/D.A Press)
O Governo do Distrito Federal publicou as regras para o credenciamento de ambulantes que quiserem trabalhar na noite do réveillon 2019/2020. Ao todo, serão disponibilizadas 90 autorizações: 80 para a Esplanda dos Ministérios e outras 10 para a Prainha dos Orixás.

As normas foram publicadas no Diário Oficial do DF na quarta-feira (4/12). O texto define que o cadastramento será em 16 de dezembro. Os ambulantes interessados deverão ir até a Secretaria Executiva das Cidades, no Palácio do Buriti, das 9h às 17h, portando os seguintes documentos (com cópias): RG, CPF, Certificado de Microempreendedor Individual (MEI), comprovante de endereço e duas fotos 3x4.

A seleção será feita por meio de sorteio, no dia 17 de dezembro. O resultado será divulgado no dia seguinte (18/12) no site da Secretaria de Cidades. Quem for selecionado deverá buscar a autorização e boleto, que terá valor de acordo com o espaço pretendido de ocupação dos comerciantes, nos dias 19 ou 20 de dezembro, das 9h às 17h.

Tipos de estrutura

As autorizações para a Esplanada dos Ministérios serão feitas em duas modalidades: 40 barracas e 40 caixeiros fixos. As 10 da Praça dos Orixás serão do tipo barracas. Para tarabalhar na Esplanada, os ambulantes terão de pagar R$ 0,69 por metro quadrado utilizado, na Praça dos Orixás, o preço será de R$ 0,82 o metro quadrado. Boletos individuais com o valor adequado a cada ambulante serão emitidos para os selecionados.

O edital completo com mais informações sobre o processo pode ser acessado clicando aqui.
 
*Estagiária sob supervisão de 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade