Publicidade

Correio Braziliense

Urbi e São José começam a receber ônibus com portas dos dois lados

Os coletivos transitarão, exclusivamente, na Estrada Parque Taguatinga (EPTG), a partir da primeira semana de janeiro de 2020


postado em 10/12/2019 12:11 / atualizado em 10/12/2019 18:42

Os novos ônibus devem começar a transitar na EPTG a partir da primeira semana de janeiro de 2020(foto: Divulgação/URBI)
Os novos ônibus devem começar a transitar na EPTG a partir da primeira semana de janeiro de 2020 (foto: Divulgação/URBI)
As empresas de transporte coletivo Urbi e São José receberam ônibus com as portas do lado esquerdo, nesta terça-feira (10/12), para tráfego, excluisvo, na Estrada Parque Taguatinga (EPTG). Na EPTG, diferentemente de outros locais, as paradas ficam no meio da via, impossibilitando que os coletivos peguem os passageiros, já que as portas ficam apenas à direita. 

De acordo com a Urbi, os novos veículos devem começar a rodar no início de janeiro de 2020. Na empresa chegaram 10 novos ônibus. Até o final de dezembro, chegarão mais 36, totalizando 46 coletivos com portas dos lados esquerdo e direito. Cada um deles custou R$ 380 mil para a empresa. 

A Expresso São José recebeu 30 coletivos nesta terça-feira (10/12). Ao longo do mês, a expectativa é de que cheguem mais 30, somando 60 ônibus(foto: Divulgação/Expresso São José)
A Expresso São José recebeu 30 coletivos nesta terça-feira (10/12). Ao longo do mês, a expectativa é de que cheguem mais 30, somando 60 ônibus (foto: Divulgação/Expresso São José)
A Expresso São José recebeu 30 coletivos nesta terça-feira (10/12). Ao longo do mês, a expectativa é de que cheguem mais 30, somando 60 ônibus. O investimento foi de R$ 25 milhões. O diretor da operadora, Adriel Lopes explicou que a empresa aguarda uma vistoria que será feita pela Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob).

''A medida que os ônibus forem chegando, a secretaria fará a avaliação. Com a aprovação, as mais de 15 linhas da São José que rodam na EPTG entrarão em operação na primeira semana de janeiro. Todos começarão juntos'', afirmou Adriel.
 
Faixas reversas

Desde 18 de março deste ano, os coletivos que param na EPTG estão em um novo esquema. Nos horários de pico, as faixas exclusivas funcionam em sentido contrário para ônibus. As alterações serão mantidas até 18 de março de 2020, prazo dado pelo Governo do Distrito Federal à empresas operadoras do transporte público para que adquiram ônibus com portas de ambos os lados.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade