Publicidade

Correio Braziliense

Um jovem e um idoso morrem em acidente grave na BR-060

Um homem de 64 anos e outro de 22 faleceram depois de três veículos derraparem na pista, na altura de Santo Antônio do Descoberto (GO), em um trecho conhecido como "Sete Curvas"


postado em 10/12/2019 22:20 / atualizado em 10/12/2019 23:05

Dois morreram em grave acidente(foto: Arquivo pessoal)
Dois morreram em grave acidente (foto: Arquivo pessoal)
Duas pessoas morreram em um acidente na BR-060, na altura de Santo Antônio do Descoberto (GO), em um trecho conhecido como "Sete Curvas". O caso ocorreu por volta das 13h30 desta terça-feira (10/12) e envolveu três carros. Além dos óbitos, houve outros quatro feridos, entre eles uma mulher grávida e uma criança. As vítimas foram encaminhadas para hospitais de Brasília e de Alexânia (GO), segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).
 
Conforme informações da PRF, o acidente começou quando dois carros derraparam na rodovia: um Hyundai HB20 e um Fiat Cronos. O condutor do último automóvel, Adailton Alves Santana, 64 anos, acabou capotando-o. Quando ele saiu do veículo, foi atropelado por um Corolla, que também derrapou.
 
O Corolla acertou a segunda vítima fatal, Walisson Gomes Ferreira, 22 anos, que tinha o sonho de ser policial rodoviário. Ele morava na região e tinha ido até a pista para ajudar os feridos do HB20 e do Cronos. Entretanto, foi atropelado no momento em que prestava ajuda, à beira da rodovia. O rapaz e o idoso morreram na hora, antes que o socorro do Corpo de Bombeiros (CBMDF) chegasse. 
 
Após o duplo atropelamento, o condutor e o passageiro do Corolla fugiram. A dupla procurou atendimento no Hospital de Alexânia (GO). Como já tinha sido emitido um alerta, os homens acabaram presos por policiais militares de Goiás.
 
Além de Adailton Alves Santana, ocupavam o Fiat Cronos, Georgia Patricia Silva Santana Teles, 30 anos, e uma criança de quatro anos. A mulher foi atendida e transportada pelo CBMDF ao Hospital Regional do Gama (HRG) com suspeita de fratura no quadril, lesões na face, consciente e orientada. 
 
A criança sofreu traumatismos no crânio e no tórax, além de fratura de fêmur. Ela foi atendida, inicialmente, pela concessionária da via e depois pelo CBMDF, que a transportou ao Instituto Hospital de Base (IHBDF)
 
Ocupante do HB20, Carine Alves da Silva, 35 anos, foi atendida e transportada pelo CBMDF ao IHBDF, com traumatsimo craniano. Além dela, Luzia Gomes Sales, 32 anos, também estava no veículo. Ela foi atendida e transportada pela concessionária da via ao Hospital de Alexânia (GO).
 
Por causa do grave acidente, a rodovia foi interditada no sentido Brasília-Goiânia por cerca de quatro horas. Isso gerou um longo engarrafamento, que ultrapassou cinco quilômetros. No fim da tarde, o trânsito foi parcialmente liberado, e o tráfego passou a fluir lentamente. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade