Publicidade

Correio Braziliense

Confira como será o embarque para o Entorno na Rodoviária do Plano Piloto

A mudança começa a valer a partir deste domingo (5/1). No total, 110 linhas de sete empresas operarão no novo local


postado em 03/01/2020 18:32 / atualizado em 04/01/2020 10:47

A mudança começa a valer a partir deste domingo (5/1)(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
A mudança começa a valer a partir deste domingo (5/1) (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
A partir deste domingo (5/1), o embarque e desembarque das linhas de ônibus do Entorno acontecerão na Rodoviária do Plano Piloto. Isso porque o prédio do Terminal Metropolitano de Brasília (Touring) será fechado, por decisão do Governo do Distrito Federal (GDF).
 
No total, 110 linhas de sete empresas operarão no novo local. Os ônibus das regiões de Luziânia, Santo Antônio do Descoberto, Águas Lindas, Valparaíso 1 e 2, Céu Azul, Cidade Ocidental, Jardim Ingá, Novo Gama e Planaltina de Goiás irão ocupar 10 boxes na Plataforma E (E1 a E10) e os cinco boxes da Plataforma F, localizada na parte superior da Rodoviária (Veja no quadro abaixo).
 
Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), fiscais irão orientar os passageiros a partir das 7h deste domingo (5/1) até as 21h. Ainda de acordo com a empresa, as informações detalhadas estão disponíveis para consultas nos guichês de informações das operadoras, além dos totens da Rodoviária e cartazes afixados no terminal com o mapa de ocupação das plataformas e dos boxes.   
 

De volta à Rodoviária 

Há cinco anos, o transporte interestadual semiurbano funcionava na Rodoviária do Plano Piloto. Em março de 2014, houve necessidade de reforma no prédio para receber os ônibus do Expresso DF Sul, o BRT do Gama e de Santa Maria. De início, os passageiros do Entorno passaram a pegar os ônibus na plataforma superior da Rodoviária do Plano Piloto, mas, logo em seguida, no mês de junho, o GDF providenciou o Touring para receber os ônibus das linhas semiurbanas. 
 
Com área total de 3.908 m², o prédio do Touring foi alugado pelo GDF em 4 de junho de 2014. O contrato expirou em 8 de dezembro de 2018 e, desde então, o GDF ocupava o prédio mediante requisição administrativa.
 
(foto: ANTT/Divulgação)
(foto: ANTT/Divulgação)
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade