Publicidade

Correio Braziliense

Suspeito que integra quadrilha que roubava relógios é baleado no Lago Sul

Ação ocorreu no comércio da QI 11 do Lago Sul e resultou na prisão em flagrante de três ladrões. Baleado foi levado ao Instituto Hospital de Base em estado grave


postado em 16/01/2020 14:56 / atualizado em 16/01/2020 16:15

Durante troca de tiros, um dos suspeitos acabou baleado(foto: Redes Sociais)
Durante troca de tiros, um dos suspeitos acabou baleado (foto: Redes Sociais)
A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu em flagrante uma quadrilha especializada em roubo de relógios de marca, na manhã desta quinta-feira (16/1), durante a operação batizada de Cronos. Na abordagem policial, um dos suspeitos reagiu e houve troca de tiros com os agentes. Ele acabou baleado na coxa e foi transferido em estado grave para o Instituto Hospital de Base.


 
Os outros dois comparsas foram presos pelos agentes da Divisão de Repressão a Sequestros (DRS). Segundo o delegado Leandro Ritt, o grupo era investigado desde agosto, quando as primeiras denúncias surgiram. “Eles ficavam em locais por onde circulam pessoas de alto poder aquisitivo, escolhiam um alvo e seguiam para então fazer a abordagem”, explica.
 
Por volta de 11h30, os agentes localizaram e abordaram a quadrilha, que se preparava para um novo roubo em um centro comercial na QI 11 do Lago Sul. Ainda de acordo com o delegado, os suspeitos vieram de São Paulo. Eles cometiam os roubos em Brasília e voltavam para o estado de origem. A ação foi repetida diversas vezes. Todos são maiores de idade e têm ficha criminal por roubo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade