Publicidade

Correio Braziliense

Ibaneis promete sete novas UPAs e a reforma do Hospital do Gama

As novas UPAs serão construídas em Brazlândia, Ceilândia, Gama, Riacho Fundo II, Planaltina, Paranoá e Vicente Pires


postado em 18/01/2020 16:37 / atualizado em 18/01/2020 18:09

Serão sete novas UPAs no Distrito Federal(foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília)
Serão sete novas UPAs no Distrito Federal (foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília)
O governador Ibaneis Rocha incluiu o Setor de Indústrias do Gama no pacote de novas Unidades de Pronto-Atendimento (UPA)do Distrito Federal. Segundo anúncio feito neste sábado (18/1), em cerimônia na região administrativa, o pronto-socorro funcionará no lugar de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) que está com as obras paradas desde 2016.
 
As obras foram autorizadas pela Câmara Legislativa em 11 de dezembro. Com a decisão de Ibaneis, além do Gama, ganharão UPAS as regiões administrativas de Brazlândia, Ceilândia, Riacho Fundo II, Planaltina, Paranoá e Vicente Pires. Atualmente, o serviço é disponível no Núcleo Bandeirante, em Ceilândia, no Recanto das Emas, em Samambaia, em Sobradinho e em São Sebastião.

Para Ibaneis, as novas UPAs vão desafogar as emergências dos hospitais. "As construções das sete novas UPAs implicam em mais 105 mil atendimentos por mês. Esperamos, com isso, melhorar bastante o atendimento das familias do Distrito Federal. Nós reconhecemos que o atendimento melhorou muito, mas sabemos que precisamos avançar, principalmente na região do Gama", disse o governador.
 
Segundo o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, todas as UPAS estão em processo de licitação. "Elas têm a caracterísitca de atendimento imediato do paciente, esteja ele em estado de emergência ou não. Nesses locais, há a disponibilidade de atendimento para ajudar os hospitais dessas regiões, que têm superlotação nos prontos-socorros. Então, as unidades são de extrema importância", destacou.

 
Reforma do HRG

Ainda durante a cerimônia, Ibaneis frisou que o Hospital Regional do Gama "está completamente sucateado". "São mais de 30 anos de abandono. Vamos construir a UPA primeiro e, depois, vamos entrar com as reformas no hospital. Pretendemos fazer um belo retrofit (modernização de equipamento considerado ultrapassado), devolvendo-o para a comunidade em condições de atender as familias do Gama", prometeu.
 
O governador também informou que pretende ampliar a rede pública de saúde do DF. "Vamos fazer um grande projeto de reforma dos nossos hospitais, assim como iremos projetar a construção de outros hospitais, como o caso do Guará e do Materno Infantil de Ceilândia. A saúde segue como prioridade, pois mostramos isso no primeiro ano (de governo). Não chegamos aonde queremos, mas isso é uma caminhada", acrescentou Ibaneis. 

Recapeamento 

O Governo do Distrito Federal (GDF) começou a revitalizar o asfalto do trecho de 3,8km da Avenida dos Pioneiros, no Gama. Neste sábado, moradores da região administrativa foram surpreendidos com a interdição parcial das pistas, que eram ocupadas por aparelhos e máquinas. A obra será executada pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap).
 
"Essa é uma reivindicação antiga dos moradores da cidade e foi um compromisso de campanha do governador. Nós iniciamos a obra, e a expectativa é que ela fique pronta até julho deste ano. Vamos utilizar os finais de semana para agiliar o recapeamento e trazer menos transtornos para quem transita pelo local", salienta Cândido Teles, presidente da Novacap.
 
O trecho em obras fica entre a Avenida Contorno e a Via SC-5. Além do recapeamento, o projeto também prevê faixas de rolamento e baias de ônibus. A sinalizarão horizontal e vertical são de responsabilidade do Detran, que também garantiu a instalação e substituição de placas de trânsito e a pintura de todo o trecho da via. 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade