Publicidade

Correio Braziliense

Homem é preso por suspeita de tentativa de feminicídio; mãe o denunciou

O filho teria chegado em casa com a roupa suja de sangue e falado para a mãe que, após desentendimento, matou a namorada. A vítima foi encontrada desacordada CBMDF


postado em 20/01/2020 10:47 / atualizado em 20/01/2020 10:48

A mulher foi encontrada desacordada pela CBMDF e levada para o Hospital Regional de Santa Maria(foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press.)
A mulher foi encontrada desacordada pela CBMDF e levada para o Hospital Regional de Santa Maria (foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press.)
Um homem de 34 anos foi preso, após denúncia da própria mãe, por suspeita de tentativa de feminicídio na CL 218, próximo ao BRT, em Santa Maria nesta segunda-feira (20/1). A mãe ligou para a PM após ver o filho chegar em casa com a roupa ensanguentada. Ele disse para ela que após desentendimento, matou a namorada. Em seguida trocou de roupa e saiu de casa. 

A vítima de 38 anos foi encontrada desacordada pelo Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CBMDF) e levada para o Hospital Regional de Santa Maria (HRSM). De acordo com a PM, a suspeita é de que a mulher tenha sido golpeada com socos e chutes na cabeça. Após ser localizado pelos militares, o suspeito foi levado para 20ª Delegacia de Polícia (Gama). 
 

Primeiro de 2020

Larissa Francisco Maciel, 23 anos, pode ter sido a primeira vítima de feminicídio no DF neste ano. Em 6 de janeiro, a diarista foi assassinada por esganadura, sofreu um golpe na cabeça, tinha um pedaço de pano amarrado no pescoço e teve parte da roupa carbonizada. Até a publicação desta matéria, ninguém tinha sido identificado ou preso. 
 

Onde pedir ajuda

Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência — Presidência da República
Telefone: 180 (disque-denúncia)
Centro de Atendimento à Mulher (Ceam)
De segunda a sexta, das 8h às 18h 
Locais: 102 Sul (Estação do Metrô), Ceilândia, Planaltina
Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam)
Entrequadra 204/205 Sul - Asa Sul (61) 3207-6172

Disque 100 — Ministério dos Direitos Humanos
Telefone: 100
Programa de Prevenção à Violência Doméstica (Provid) 
da Polícia Militar
(61) 3910-1349 / (61) 3910-1350 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade