Publicidade

Correio Braziliense

Parque Nacional e a orla do Lago são opções para enfrentar o calor

Moradores de várias regiões do DF frequentam os locais para se refrescar; cuidados são necessários


postado em 21/01/2020 06:00

(foto: Mariane Silva/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Mariane Silva/Esp. CB/D.A Press)
O verão chegou, e o clima quente e abafado predomina no Distrito Federal. Mesmo com a previsão de pancadas de chuva em pontos isolados, o calor aparece em boa parte do tempo. Para aliviar a sensação térmica, muitos brasilienses aproveitam a beira do Lago Paranoá ou se refrescam em piscinas naturais e cachoeiras. Na última semana, o Parque Nacional de Brasília, popularmente conhecido como Água Mineral, teve lotação máxima todos os dias, com público de 2 mil pessoas. A administração chegou a abrir mais cedo, às 7h, por conta da demanda de visitantes que faziam fila na entrada. O valor para acessar o local é de R$ 14. Pessoas com mais de 60 anos e crianças com 12 anos incompletos não pagam.

A psicóloga Ariadne Borges, 35 anos, e o marido dela, Carlos Borges, 38, aproveitaram o calor para dar um mergulho nas piscinas da Água Mineral, na última sexta-feira. “Gostamos do contato com a natureza que o parque oferece. Não costumamos fazer com muita frequência, mas é sempre bom ter essa saída”, contou Ariadne. Os dois chegaram por volta das 9h e trabalhariam no período da tarde. “Decidimos fazer algo diferente e estamos aqui”, disse Carlos, que é servidor público.
 
Ariadne Borges e Carlos Borges relaxam no parque antes de irem ao trabalho(foto: Mariane Silva/Esp. CB/D.A Press)
Ariadne Borges e Carlos Borges relaxam no parque antes de irem ao trabalho (foto: Mariane Silva/Esp. CB/D.A Press)
 

Mesmo com a previsão do tempo indicando possibilidade de chuva, o auxiliar administrativo Adeildo Manoel Rosa, 61, levou a família para curtir o dia no Parque Nacional, também na sexta. “Tinha um bom tempo que não vínhamos para cá, mas está muito quente e resolvemos aproveitar a piscina”, relatou ele, que estava acompanhado da esposa, da filha e de duas netas. Para garantir um lugar na sombra, a aposentada Elza Araújo de Souza, 86, chegou ao parque às 7h. “Gosto muito daqui. Estou com um pouco de dor, mas aproveitando o dia com a minha filha e a neta”, contou.
 
A família de Adeildo; o casal Ariadne e Carlos; e Elza e a filha aproveitaram as piscinas naturais da Água Mineral(foto: Mariane Silva/Esp. CB/D.A Press)
A família de Adeildo; o casal Ariadne e Carlos; e Elza e a filha aproveitaram as piscinas naturais da Água Mineral (foto: Mariane Silva/Esp. CB/D.A Press)
 
 
De acordo com o meteorologista Olívio Bahia, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o clima no Distrito Federal deve continuar instável, com dias quentes e abafados e possibilidade de chuva principalmente no período da tarde e à noite. “Estamos em pleno verão, os meses de janeiro e fevereiro são tipicamente chuvosos. Em alguns dias, podemos ter sol, mas a instabilidade deve prevalecer”, explica. Segundo Bahia, não dá para descartar as chances de precipitação com fortes rajadas de ventos e raios. “Os brasilienses devem se atentar muito ao clima, principalmente quem planeja ir a cachoeiras; as cabeças d’água (aumento rápido e repentino do nível de um rio) são muito comuns nesse período”, alerta. O meteorologista ainda afirma que, apesar das pancadas de chuvas, a sensação de calor deve persistir.
 
Valdenia Aguiar (esquerda) e Elza Araujo no Parque Nacional Agua Mineral(foto: Mariane Silva/Esp. CB/D.A Press)
Valdenia Aguiar (esquerda) e Elza Araujo no Parque Nacional Agua Mineral (foto: Mariane Silva/Esp. CB/D.A Press)
 

As moradoras de Sobradinho Adriana Moreira, 38, e Marilene Rodrigues Moreira, 70, escolheram a prainha do Lago Norte para se refrescarem. “A gente gosta muito de vir aqui, principalmente para trazer minha mãe, que é cadeirante. Em Brasília, não tem muitos lugares acessíveis, e aqui acaba sendo o nosso ponto para fugir do calor”, explicou Adriana, que estava acompanhada também da filha e da neta. O local oferece rampa de acessibilidade, ponto de encontro comunitário, parquinho infantil, pedalinho e prancha de stand up paddle.

Além da prainha do Lago Norte, outros pontos banháveis da orla do Lago Paranoá são nas proximidades da Ponte JK e do Pontão, na Prainha do Lago Sul e no Deck Norte. Existe ainda a opção de lazer no Deck Sul, sem acesso à água. Há também os parques ecológicos.

Com tantas opções de lazer ao ar livre e a forte instabilidade do clima, o Corpo de Bombeiros Militar orienta que sejam tomados cuidados para evitar acidentes durante o lazer. Entre as orientações repassadas, estão: ter cuidado com as atividades aquáticas; não entrar na água após ingerir bebida alcoólica; sair da água se começar a chover; e evitar área de cachoeiras se o tempo estiver fechado.

Cuidados

» Se - nadar, evite lugares muito profundos

» Não - pratique atividades aquáticas após consumir bebida alcoólica

» Procure - lugares com salva-vidas. No Lago Paranoá, os pontos atendidos pelo Corpo de Bombeiros são: Ponte JK, Deck Norte, Prainhas 
do Lago Sul e Lago Norte e Ermida Dom Bosco

» Se - fizer trilha, vá com um guia

» Evite - cachoeiras e trilhas em dia de chuva

» Em - caso de chuva, evite ficar embaixo de árvore e em campo aberto

» Em  - caso de qualquer emergência, ligue para 193

Fonte: Corpo de Bombeiros Militar do D

Previsão para esta terça-feira (21/1)

» De acordo com o Inmet, a previsão é de céu nublado com possibilidade de chuvas mais intensas à tarde. O Sol poderá aparecer encoberto por nuvens. As temperaturas vão de 17°C a 30°C. A umidade relativa do ar varia de 95% a 40%.

Opções de parques no DF

» Ermida  - Dom Bosco
» Parque  - Ecológico das Copaíbas
» Parque  - Ecológico da Península Sul
» Parque  - Ecológico do Tororó (com cachoeira)
» Parque  - Ecológico dos Pequizeiros (com cachoeira)
» Parque  - Ecológico Olhos D’Água
» Parque  - Ecológico Canela da Ema
» Parque  - da Cidade
» Parque  - das Garças
» Parque  - do Morro do Careca

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade