Publicidade

Correio Braziliense

Mulher é encontrada morta em apartamento no Núcleo Bandeirante

Amigos conseguiram entrar na residência e encontraram Fátima Lisboa, 31 anos, sem vida. A suspeita é de que ela tenha recebido golpes na cabeça


postado em 21/01/2020 13:36 / atualizado em 21/01/2020 13:36

Fátima tinha 31 anos. Ela foi encontrada sem vida em um apartamento no Núcleo Bandeirante(foto: Redes Sociais)
Fátima tinha 31 anos. Ela foi encontrada sem vida em um apartamento no Núcleo Bandeirante (foto: Redes Sociais)
Mais um caso de violência se soma aos feminicídios investigados em 2020. Fátima Lisboa, 31 anos foi brutalmente assassinada na tarde desta segunda-feira (20/1), em um apartamento do Núcleo Bandeirante. A suspeita é de que ela tenha recebido golpes na cabeça.
 
Segundo a Polícia Militar, a vítima não atendia o telefone, nem abria a porta da residência desde a tarde de ontem. Amigos conseguiram entrar na residência e encontraram Fátima sem vida, na copa da casa.

O crime teria ocorrido entre 11h e 13h. Seguindo o protocolo da Polícia Civil, o caso inicialmente é apurado como feminicídio. As investigações ficam a cargo da 11ª Delegacia de Polícia (Núcleo Bandeirante).

Polícia Civil faz perícia no local do crime(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Polícia Civil faz perícia no local do crime (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Uma vizinha que não quis se identificar afirmou que a mulher se mudou recentemente para o prédio, mas que não a conhecia. Segundo relatos, a vítima estava se separando do companheiro.
 
Segundo relatos, a mulher havia mudado para o apartamento na sexta-feira (17/1).

Casos de 2019

Veja abaixo um resumo das ocorrências de feminicídio registradas em 2019. Para acessar pelo celular, clique aqui
 
 

Onde pedir ajuda


» Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência 
Presidência da República / Telefone: 180 (disque-denúncia);

» Centro de Atendimento à Mulher (Ceam) / De segunda a sexta-feira, das 8h às 18h / Locais: 102 Sul (Estação do Metrô), Ceilândia e Planaltina;

» Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) / Entrequadra 204/205 Sul, Asa Sul / (61) 3207-6172;

» Disque 100 — Ministério dos Direitos Humanos / Telefone: 100;

» Programa de Prevenção à Violência Doméstica (Provid)  da Polícia Militar / (61) 3910-1349 ou (61) 3910-1350   

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade