Publicidade

Correio Braziliense

GDF vai inaugurar cinco creches e uma escola para 1800 alunos em fevereiro

Unidades de Ceilândia, Samambaia, São Sebastião, Lago Norte e Sol Nascente vão atender mais de 1800 crianças


postado em 24/01/2020 08:52 / atualizado em 24/01/2020 08:53

Escola Classe Juscelino Kubitschek será inaugurada no dia 13 de fevereiro(foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF)
Escola Classe Juscelino Kubitschek será inaugurada no dia 13 de fevereiro (foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF)
O Governo do Distrito Federal divulgou a inauguração de cinco creches e uma escola na capital que vão começar as atividades em fevereiro. As unidades de educação ficam em Ceilândia, Samambaia, São Sebastião, Lago Norte e Sol Nascente. Ao todo, 1800 crianças devem ser atendidas.

O ano letivo tem início em 10 de fevereiro, período em que será inaugurado o Centro de Educação da Primeira Infância (CEPI) Parque dos Ipês, em São Sebastião. Ao longo do próximo mês, também estão previstas as aberturas dos CEPIs Papagaio, em Ceilândia, Cajuzinho, no Lago Norte, e Periquito e Bem-te-Vi, ambos em Samambaia. 

“Serão 870 novas vagas nessas creches, além de outras 5 mil vagas, que serão proporcionadas pelo Cartão Creche. Outras cinco creches devem ser inauguradas no segundo semestre”, divulgou a Secretaria de Educação, em nota. 

Na região do Sol Nascente, a Escola Classe Juscelino Kubitschek deve ser inaugurada em 13 de fevereiro. A instituição atenderá os estudantes da pré-escola e dos anos iniciais do ensino fundamental, atendendo cerca de 960 estudantes em um prédio com quadra coberta, sala de música e  pátios com piso emborrachado.

A Secretaria de Educação também promete a abertura da Escola Técnica de Brazlândia no primeiro semestre deste ano e a reabertura de cinco unidades que estão fechadas. “O CEF 01 da Vila Planalto está em fase final de reconstrução e deve ser reinaugurado em abril. A EC 59 e o CEM 10, ambos em Ceilândia, e o Caic Castello Branco, no Gama, estão com os editais em análise para abertura das licitações. A EC 52, de Taguatinga, terá continuidade no processo licitatório, autorizado em janeiro”, informou a pasta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade