Cidades

Retiros são opção para quem quer curtir o carnaval sem festas

Brasilienses buscam opções para fugir dos bloquinhos e das festas e recorrem ao isolamento dos retiros espirituais

Rayssa Brito*, Ana Maria da Silva*
postado em 06/02/2020 06:00
Na última edição, o Rebanhão recebeu cerca de 10 mil pessoasÉ confete pra cá, é serpentina pra lá, fantasias por toda parte: nesta época do ano, parece que, para onde quer que você olhe, o carnaval está presente. Para quem curte cair na folia, é o paraíso. Mas nem todos se interessam em passar o dia pulando nos bloquinhos ao som de marchinhas. Para quem opta pela calmaria, retiros podem ser uma boa solução. É o caso do acupunturista Filippe Ximenes Aguiar de Oliveira, 25 anos. ;Nos últimos cinco anos, tenho passado o feriado de maneira mais tranquila. Quatro deles passei em retiros na Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso (GO), e um em casa.;

A decisão, segundo ele, é motivada pela vontade de descansar em meio a dias intensos de trabalho. ;Acredito que é uma questão de prioridade. Geralmente, prezo mais pelo descanso e cuidado com o corpo, porque trabalhar e estudar cansa bastante;, diz. ;Imagino que posso usar esse tempo de pausa para me recuperar e me dedicar às coisas que acredito;, assegura.

Neste ano, o acupunturista irá participar do retiro A Flor do Silêncio, organizado pelo Centro de Estudos Budistas Bodisatva. ;É uma oportunidade maravilhosa. Podemos passar momentos com pessoas que estão se dedicando a compreender melhor a própria mente e corpo. Além de aprender a lidar com nossas emoções e relacionamentos;, aponta. O evento, que ocorrerá de 22 a 25 de fevereiro, e contará com 90 pessoas, está com as vagas esgotadas.

A busca pelo autoconhecimento fez com que o servidor público Valdemar Neto, 33, optasse por aproveitar o feriado sozinho, no retiro Alegria de Viver, em Alto Paraíso (GO). ;Nunca fui muito chegado às tradicionais festividades do período, músicas, aglomerado de pessoas. Pra mim, pular carnaval é mais cansativo do que trabalhar;, conta. Assim, o evento vira uma oportunidade de descanso. ;Vou aproveitar para descansar, me purificar, e não ficar pensando só em trabalho, que é bem estressante. É um momento para desligar totalmente a mente;, comenta.

O servidor público destaca que é também uma oportunidade de desmistificar um pouco o paradigma de que retiro espiritual é coisa de mulher. ;Homens podem, e devem, fazer esse tipo de trabalho de descanso. Nós também precisamos purificar o corpo, a alma, a mente, melhorar a qualidade de vida e buscar métodos alternativos que conseguem nos conectar com o mundo espiritual;, completa Valdemar.

Fundadora do Templo da Centelha Divina, responsável pelo retiro Alegria de Viver, Michelle Ximenes diz que o local fica em frente a uma área de preservação ambiental, com rios, montanhas e animais raros.; Quando começamos, tínhamos retiros a cada dois meses e, de um ano para cá, estamos realizando retiros todos os meses devido ao sucesso. As pessoas estão se curando, se transformando, sentindo mais paz interior;, pontua.

Michelle explica que cada retiro tem um tema diferente. Há retiros para mulheres (Cura Quântica do Feminino), para gestores e empreendedores, de purificação e limpeza do plano físico, emocional e mental, entre outros. ; Nosso público-alvo são pessoas de todos os gêneros, entre 18 e 60 anos, que procuram o desenvolvimento pessoal.;

Religião

Enquanto uns pulam a folia, outros se reúnem para rezar. A auxiliar administrativa Sthéfane Leandra Costa de Sousa, 19, é uma dessas. Ela conta que irá participar da 34; edição do Rebanhão, evento organizado pela Renovação Carismática Católica (RCC) e apoiado pela Arquidiocese de Brasília. ;Tem quatro anos que passo o carnaval no festival. Sempre vou com o grupo jovem da minha igreja, e é sempre uma experiência diferente, incrível;, compartilha. Na última edição, o Rebanhão recebeu cerca de 10 mil pessoas.

Para Sthéfane, o último dia do feriado de carnaval, quarta-feira de cinzas, é um momento de preparação para a quaresma ; período que antecede a Páscoa, data importante para os cristãos. ;Por esse motivo, eu escolho passar esses na presença Dele. E é muito bom. Deus fala muito ao meu coração. É um lugar cheio de alegria, onde não preciso de outras coisas para ter essa diversão;, diz a auxiliar administrativa, que acrescenta: ;Minha expectativa é sair lá cheia do Espírito Santo;.

O analista de sistemas Pedro Henrique Campos, 30 anos, também irá procurar a presença de Deus durante a festa. Ele relata que passará a data no Retiro Espiritual Pentecostal Ebenézer (Repe), a 26 km de quilômetros de Brasília, do qual participa há 10 anos. ;Este período sempre passo em retiro, por questão de fé e pela possibilidade de conviver com pessoas que professam a mesma religião que a minha;, diz. ;Nós, cristãos, aproveitamos o tempo para seguir a nossa cultura e vida cristã, que é comunhão entre os irmãos, pregação e ensino da palavra de Deus, música gospel. O carnaval representa isso pra mim;, analisa.

Pedro conta que, para ele, o hábito é fisicamente e espiritualmente saudável. ;Prezamos apenas pelo relacionamento interpessoal, conhecer novas pessoas, aconselhamento nas rodas de conversas, transmitir experiência uns aos outros, e, no mais, participar dos cultos de louvor e adoração a Deus;, afirma. Acompanhado dos amigos que congregam na mesma igreja, Pedro diz que a expectativa para o evento está alta: ;Adquiri o ingresso e estou arrumando a mala. A barraca e o colchão inflável estão preparados, só estou aguardando chegar o momento;.

Festa animal

O engenheiro civil Thiago Araujo, 25, e a médica veterinária Amanda Karen de Freitas Machado, 24, optaram por um carnaval alternativo este ano. Por meio do aplicativo DogHero, eles farão o serviço de cuidar de cachorros enquanto os donos viajam na época festiva. ;Não estamos querendo comemorar. Vamos aproveitar pra ficar com os cachorros e gerar uma renda extra;, explica Thiago.

O casal tem, até o momento, duas reservas confirmadas, mas a expectativa é de que consigam cuidar de quatro cães. ;A ideia é que os donos deixem os seus bichinhos enquanto vão viajar ou curtir o carnaval pela cidade, sabendo que eles vão ser bem cuidados, vão ter espaço pra brincar, amiguinhos e comida;, comenta.

Thiago esclarece que o serviço funciona como um hotel para cachorros e o valor é pago pela diária. Ele não esconde o otimismo. ;Nos dias de carnaval o clima de Brasília, geralmente, é ótimo, até com chuva. Tem coisa melhor do que ganhar dinheiro sem sair de casa e ainda ficar assistindo a séries e filmes com uma chuvinha?;, brinca.

*Estagiárias sob supervisão de Fernando Jordão

Para quem é de festa

O Governo do Distrito Federal anunciou nesta quarta-feira (5/2) o plano de atuação das forças de segurança nas festas deste ano. A Secretaria de Segurança recebeu o cadastro de 203 eventos de carnaval. Oitenta e quatro deles no Plano Piloto, que será dividido em sete áreas para facilitar a atuação dos agentes. A Polícia Militar terá um reforço de 2.500 homens, e uma Cidade Policial será montada na Torre de TV. O efetivo nas delegacias também será reforçado. Do Corpo de Bombeiros, serão 564 militares e 84 viaturas, enquanto o Detran contará com 450 agentes controlando o tráfego nos locais de festa.

Participe

Rebanhão
Data: 23, 24 e 25 de fevereiro
Horário: das 7h30 às 18h
Local: Arena Lounge ; Estádio Nacional Mané Garricha
Informações: www.rccdf.org.br

Retiro Espiritual Pentecostal Ebenézer (Repe)
Data: 21 a 25 de fevereiro
Informações: (61) 3352-3231
Inscrições: ev.congressy.com/repe20

Retiro Alegria de Viver
Data: 21 a 26 de fevereiro
Local: Jardim Goiás, Chapada dos Veadeiros, Alto Paraíso (GO)
Informações: (85) 98753-3003 ou contato@templocentelhadivina. com.br

A Flor do Silêncio
Informações: www.cebb.org.br/centros/go/alto-paraiso

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação