Cidades

Jovem morre esfaqueado em bloco pré-carnavalesco no DF

Matheus Barbosa, 18 anos, foi atingido várias vezes, segundo a Polícia Civil. Na volta para casa, um grupo de foliões depredou o Metrô

Darcianne Diogo
postado em 09/02/2020 14:15
Matheus Barbosa, 18 anos, foi atingido por diversas facadas durante bloco do pré-carnaval neste sábado (8/2)Um jovem morreu esfaqueado durante o bloco pré-carnavalesco Quem chupou vai chupar mais, na noite deste sábado (8/2). A festa ocorreu na área externa do Museu Nacional da República. Matheus Barbosa, 18 anos, foi atingido por diversas facadas, segundo a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). A reportagem aguarda mais detalhes da corporação sobre o caso.
O Correio esteve no bloco na noite de sábado e presenciou brigas. Em nota, o bloco Quem Chupou Vai Chupar Mais informou que o evento reuniu mais de 90 mil pessoas e contou com um total de 240 seguranças, 60 brigadistas, seis UTI;s móveis e dois postos médicos. "Toda a área do evento foi cercada para que ocorresse a revista de todos os foliões que adentrassem ao local", informou a organização.
O bloco confirmou ainda a morte do jovem Matheus Barbosa. "Tivemos algumas ocorrências e, em uma delas, uma pessoa foi esfaqueada, recebeu os primeiros socorros e foi conduzida ao Hospital de Base, mas não resistiu. Ao saber da morte do folião, a equipe de produção se deslocou para o HBB. Em qualquer sinal de confusão, o som do trio era cessado e a segurança acionada. Isto ocorreu até às 21h, quando encerramos a festa, uma hora antes do horário previsto", esclareceu.

Trens depredados

Após as festas pré-carnavalescas, oito trens do Metrô foram depredados na noite sábado (8/2), segundo informou a Companhia Metropolitana do Distrito Federal (Metrô-DF).
Oito trens foram depredados após festa carnavalesca
O saldo do vandalismo foi: vidros de uma janela e de uma porta ficaram trincados; sete luminárias quebradas, pichação em dois trens, um extintor de incêndio furtado e quatro borrachas da janela de emergência arrancadas. A 21; Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul) investiga o caso.
Em nota oficial, o Metrô informou que "vai solicitar maior apoio da Polícia Militar do DF nas plataformas e trens durante todo o período do Carnaval".

Aguarde mais informações.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação