Publicidade

Correio Braziliense

Criatura bizarra de duas cabeças aparece em Vicente Pires; assista vídeo

Lagarta ou cobra? Animal curioso confunde morador devido a aspecto e ao formato


postado em 13/02/2020 11:36 / atualizado em 13/02/2020 15:59

(foto: O animal possui duas cabeças parecidas ao de uma cobra)
(foto: O animal possui duas cabeças parecidas ao de uma cobra)
Um morador de Vicente Pires encontrou nesta quinta-feira (13/2) um bicho exótico no quintal de casa. A criatura estava em um pé de uva e chamou atenção pelo aspecto e pelo formato. O animal possuía duas cabeças parecidas ao de uma cobra. Ao receber a foto, o Correio Braziliense ficou na dúvida. Afinal, o bicho era uma cobra ou uma lagarta? 

 

 

Conhecido como lagarta-serpente, o animal é uma das várias lagartas de mariposas que imitam cobras para se proteger de predadores. O comportamento é chamado de mimetismo. De acordo com Carlos Eduardo Nóbrega, diretor de répteis do Zoológico de Brasília esse é um nome popular de um tipo de lagarta chamada mandarová da videira.

"É comum encontrá-las na região de Brasília, principalmente em plantações de uva, em cipós e em outras árvores da família da uva".  O bicho é considerado uma praga desse tipo de plantação. "Se a pessoa tiver um cultivo de interesse econômico é indicado consultar um engenheiro agrônomo para tomar as medidas necessárias", indica o especialista. 

 

O animal não representa nenhum tipo de risco para humanos. "O inseto não é venoso. Na verdade, ele utiliza o mimetismo para parecer com uma cobra", afirma Carlos Eduardo. O comportamento, segundo o especialista, é para fugir de pássaros predadores. "A lagarta abaixa a cabeça e fica com esses dois falsos olhos. Essa da imagem provavelmente está em estágio final de crescimento para virar uma pupa e depois uma mariposa", afirma Carlos Eduardo. 

 

A lagarta é da ordem Lepidoptera (mariposas e borboletas), pertencente à família Sphingidae e à espécie Eumorpha labruscae.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade