Publicidade

Correio Braziliense

Condenação de ex-deputada Liliane Roriz é mantida pelo TSE

A ex-parlamentar foi condenada por corrupção eleitoral e falsidade ideológica e eleitoral.


postado em 18/02/2020 21:08

(foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve a condenação da ex-deputada distrital Liliane Roriz pelos crimes de corrupção eleitoral e de falsidade ideológica e eleitoral. A sessão foi realizada nesta terça-feira (18/2). Os ministros finalizaram o julgamento de um recurso apresentado por Liliane e reduziram parte da sanção imposta pelo Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF). A pena da ex-parlamentar ficou fixada em 3 anos, 9 meses e 11 dias de reclusão. 

A penalidade pode ainda poderá ser substituída por prestação de serviços à sociedade.

Na ação penal ajuizada na Justiça Eleitoral, o Ministério Público Eleitoral (MPE) acusou Liliane Roriz de ter cometido irregularidades em sua prestação de contas eleitoral, como omissões de serviços recebidos estimáveis em dinheiro e gastos realizados com pessoal de campanha. Segundo o MPE, Liliane teria ainda oferecido cargos na Administração Pública em troca de votos nas Eleições de 2010.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade