Publicidade

Correio Braziliense

Criança se afoga em balde, é resgatada pela mãe e levada a hospital

Após se afogar, uma menina de 1 ano e 2 meses teve uma parada cardiorrespiratória e foi para a UTI


postado em 19/02/2020 09:24 / atualizado em 19/02/2020 09:26

Militares do 9º Grupamento de Bombeiro Militar (Planaltina) atuaram no atendimento da criança e fizeram o translado para o Hospital de Base(foto: Divulgação/CBMDF)
Militares do 9º Grupamento de Bombeiro Militar (Planaltina) atuaram no atendimento da criança e fizeram o translado para o Hospital de Base (foto: Divulgação/CBMDF)
Momentos de pânico assolaram uma família de Planaltina durante a tarde desta terça-feira (18/2). Uma criança, de 1 ano e 2 meses, se afogou em um balde que estava dentro de casa. A mãe da menina percebeu a situação, a retirou da água cerca de 3 minutos após estar submersa e a levou para uma unidade de atendimento médico.

A menina teve uma parada cardiorrespiratória, que conseguiu ser revertida com o atendimento da equipe da unidade e por militares do Corpo de Bombeiros. O processo de reanimação da criança durou cerca de 25 minutos.

A equipe dos bombeiros levou a criança de ambulância para o Hospital Regional de Planaltina. Horas depois, ela precisou ser transferida para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) neonatal do Instituto Hospital de Base. Esse transporte foi feito de helicóptero. A menina ainda está internada.

De acordo com vizinhos da casa em que houve o acidente, o balde em que a criança se afogou estava nos fundos da residência. A mãe da menina havia deixado a pequena desacompanhada para prestar um atendimento a própria mãe — uma senhora que precisa de cuidados especiais. 

Alerta de risco


No comunicado oficial divulgado pelo Corpo de Bombeiros sobre o resgate, a corporação destacou a necessidade de atenção para que baldes com água não estejam acessíveis a crianças.

O mesmo alerta deve ser estendido para outros recipientes que contenham água, como vasos sanitários destampados, piscinas desprotegidas,  banheiras.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade