Publicidade

Correio Braziliense

Bloco Divinas Tetas tem festa adiada e não sairá na segunda-feira

Organizadores não obtiveram termo de anuência da UnB, proprietária da área, e precisaram adiar a festa


postado em 22/02/2020 11:31 / atualizado em 22/02/2020 17:30

Organizadores do Divinas Tetas tentam conseguir autorização para realizar a festa em outro espaço(foto: Thais Mallon/Divulgação)
Organizadores do Divinas Tetas tentam conseguir autorização para realizar a festa em outro espaço (foto: Thais Mallon/Divulgação)


Na manhã deste sábado (22/2), o bloco carnavalesco Divinas Tetas confirmou que não sairá no carnaval da cidade conforme anunciado. Prevista para segunda-feira (24/2), no gramado da 207 Norte, para celebrar cinco anos de tropicalismo na folia brasiliense, a festa precisou ser desmarcada e adiada. 

Ao Correio, um dos integrantes do bloco, Adolfo Neto, confirmou a mensagem que circula em grupos nas redes sociais. De acordo com o texto, a produção do bloco teve um problema com o local da festa. 
 
Como o bloco foi um dos selecionados dentro do edital do FAC Carnaval 2020, os integrantes do grupo estão em reunião para viabilizar outro desfile em novo local e data. 
 
Segundo Ilka Teodoro, administradora do Plano Piloto, o bloco cumpriu todas as etapas preliminares. “Na quinta-feira (20/2), na montagem do palco, foi verificado que a área tem 12 projeções e é uma área para construção de prédios da Universidade de Brasília (UnB). Como a universidade não concedeu o termo de anuência para uso da área, o processo ficou em suspenso”, explicou ao Correio. A gestora destacou, contudo, que tanto a admistração quanto a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF estão em diálogo com os organizadores do bloco para construir uma solução e prosseguir com o processo. 
 
Por meio de nota, a UnB solicitou esclarecimentos e a revogação da autorização para a Administração do Plano Piloto. "Por se tratar de área mista (com espaços públicos e pertencentes à UnB), a Administração da Universidade entende que cabe ao GDF, por meio de suas Secretarias e áreas técnicas competentes, a avaliação e decisão de onde devem ser realizados eventos carnavalescos". 

Leia a nota na íntegra:


A Administração da Universidade de Brasília foi notificada pela Prefeitura da 208 Norte e pelo Conselho Comunitário da Asa Norte acerca da instalação de uma estrutura de palco para evento carnavalesco na 207 Norte. A instituição possui 12 projeções na área e tomou conhecimento de que o GDF havia autorizado a utilização daquele espaço para atividades dessa natureza. Os moradores solicitaram à UnB que atuasse para que a autorização fosse revogada.

Diante disso, a Administração enviou ofício ao GDF solicitando esclarecimentos e a revogação da autorização para o bloco carnavalesco. Em seguida, recebeu despacho da Administração Regional do Plano Piloto, informando sobre a revogação da autorização, uma vez que  “a área do evento não se enquadra na exigência do artigo 16, II, do Decreto 35.816/2014, de espaço adequado e disponível para a atividade a ser desenvolvida.”

Por se tratar de área mista (com espaços públicos e pertencentes à UnB), a Administração da Universidade entende que cabe ao GDF, por meio de suas Secretarias e áreas técnicas competentes, a avaliação e decisão de onde devem ser realizados eventos carnavalescos.

A UnB é a favor da livre manifestação e da diversidade artística e cultural, patrimônios do povo brasileiro.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade