Cidades

Folia com variedade e engajamento

Diferentes estilos musicais, manifestações contra o machismo, a homofobia e o racismo, além de críticas ao governo, marcaram as festas no Setor Comercial Sul (SCS) e na Praça dos Prazeres

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 24/02/2020 04:15
Thiago Serafim (E), Rafael Dias e Diego Vinhal no Setor Carnavalesco Sul: superpoderosos contra a homofobia

A diversidade reinou em dois polos do carnaval brasiliense. As festividades nas seis quadras do Setor Comercial Sul (SCS) e na Praça dos Prazeres, na 201 Norte, começaram cedo e seguiram até as 23h de ontem. Quem passou por ali dançou desde clássicos do brega, samba e até músicas celtas. A estimativa dos organizadores é de que 10 mil pessoas tenham visitado os locais.

Na área apelidada de Setor Carnavalesco Sul, um dos grupos que deram o pontapé às apresentações foi o bloco Brega & Rosas, com atrações voltadas para o público infantil e, na sequência, com programação para os adultos. Das 18h às 23h, a banda Confronto Soundsystem levou o melhor da música eletrônica aos foliões, no Palco 23. Ao mesmo tempo, na Quadra 4, o público se divertiu com a apresentação do grupo de pole dancers Perikita Pah e com a banda Bunda do Delírio, organizada pelo Instituto LGBT+. Além deles, desfilaram outros blocos, como Folha Seca, Vai Virado Viado e Desmaiô.

Frequente nos carnavais da capital federal, a servidora pública Eridan Rocha, 56 anos, visitou a festa no SCS pela primeira vez. ;Estou encantada com a organização. Está tudo bem preparado, sem bagunça e com segurança. A experiência está sendo ótima;, afirmou. Eridan foi acompanhada da irmã Cecy Rocha, 55, e da amiga Vilma Matos, 55.

Os amigos Thiago Serafim, 27, Rafael Dias, 28, e Diego Vinhal, 33, moram há dois anos em Brasília, mas nunca haviam frequentado o carnaval da cidade. Este ano, é a primeira vez dos três. ;Sempre viajamos para outros estados, mas decidimos ficar aqui, até mesmo para conhecer melhor a folia. Está tudo muito organizado e seguro;, avaliou o comissário de bordo Rafael, que decidiu se fantasiar, com Thiago e Diego, como as personagens principais do desenho As Meninas Superpoderosas.



Respeito

Assim como no SCS, na Praça dos Prazeres muitos participantes decidiram levar o carnaval para além da diversão e transformá-lo em um ato político. O público se reuniu para questionar o governo, reafirmar o significado de respeito, além de reforçar o combate ao machismo, à homofobia e ao racismo. A Polícia Militar não registrou ocorrências graves. Na 201 Norte, a segurança contou com reforço de equipes particulares contratadas pelos organizadores.

Lá, a folia começou às 17h. O evento contou com apresentações dos blocos Reflete que te Reflito, Espírito Celta, Orquestra Alada Trovão da Mata e com apresentação da cantora brasiliense Nãnan Matos, que carregou no repertório a diversidade cultural afro-brasileira, além de músicas regionais, afrobeat e funk.

Moradora de Brasília há oito anos, a costureira Brenna Stefany Vieira, 25, estreou no carnaval da cidade neste ano. Na Praça dos Prazeres, a recifense ficou encantada. ;Esse é um grito do povo. Este é o momento de nos expressarmos. As pessoas precisam enxergar as falhas políticas que estão ocorrendo. Ao fazermos este ato, conscientizamos outras;, disse.

  • Programe-se
    Confira a programação de alguns dos blocos que saem hoje:

    Segunda-feira, 24 de fevereiro

    ; Plataforma Carnaval da
    Diversidade ; Carnapati
    Das 8h às 15h. Estacionamento 4
    do Parque da Cidade

    ; Carnaval do Canteiro
    Das 12h às 6h
    SCS, Rua da Quadra 3, Canteiro Central

    ; Bloco Portadores da Alegria
    Das 14h às 20h
    Estacionamento 12 do Parque da Cidade

    ; Subterrâneas Degeneradas ;
    Bloco Eixão 44 Carnaval Black!
    Das 14h às 20h
    Concentração na Galeria Nova Ouvidor (SCS, Quadra 5) e cortejo até a Praça dos Prazeres (CLN 201)

    ; Concentra Mas Não Sai
    Das 15h às 21h
    CLN 404/405

    ; 1; Ressaca do Carnaval
    Recanto das Emas #Vem Que Tem
    Das 16h às 22h
    Quadras 206/300, AE, ao lado da administração regional

    ; Carnaval do Asé Dúdu 2020
    Das 16h às 22h
    Taguaparque, estacionamento em frente ao Centro Cultural

    ; Bloco Baratona 2020
    Das 16h às 23h. Eixo Monumental, na altura da Torre de TV

    ; Carnaval 216 ; Bloco Me Beija
    Das 17h às 23h
    SCLN 216, Bloco D

    ; Mamãe Taguá Carnaval 2020
    Das 17h às 23h
    Estacionamento do Ginásio Serejinho

    ; Bloco Complicada e Perfeitinha
    Das 18h às 23h59
    Concha Acústica

    ; Plataforma Carnaval da Diversidade ; Essa Coca é Fanta
    Das 18h às 23h59
    Estacionamento 4 do Parque da Cidade

    ; Bloco Punk & Rock
    Das 18h30 à 0h30
    Conjunto Cultural da República, Setor Cultural Sul, Lote 2

    Confira a programação completa, sujeita a alterações, no site do Correio.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação