Publicidade

Correio Braziliense

Pacotão traz sua irreverência ao carnaval de Brasília nesta terça-feira

Bloco tradicional criado em 1978 ganha nesta terça-feira (25/2) as ruas do Plano Piloto cantando, mais uma vez, a política e o Brasil. O desfile deste ano começa às 14h, com concentração marcada para as 12h, na comercial da 302/303 Norte


postado em 25/02/2020 06:00

No ano passado, o grupo fez a tradicional concentração na 302 Norte e seguiu até a 504 Sul: pegada política desde a origem, no fim do anos 1970, época de ditadura no Brasil(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
No ano passado, o grupo fez a tradicional concentração na 302 Norte e seguiu até a 504 Sul: pegada política desde a origem, no fim do anos 1970, época de ditadura no Brasil (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
A gênese dos 120 blocos que se espalham nesta terça-feira (25/2) em dia por Brasília no período do carnaval tem nome: Pacotão. Em 1978, o país vivia sob o arbítrio da ditadura militar quando um grupo de jornalistas, reunido no Clube da Imprensa, criou uma agremiação anárquica que tinha como proposta desfilar durante a folia na contramão de tudo o que sufocava o brasileiro. Logo no segundo ano, o bloco desfilou pela Avenida W3 Norte/Sul cantando a Marcha do Aiatolá, de Moacyr de Oliveira e Salomon Cytrynowicz, então repórter e fotógrafo da revista Veja.

Embora a letra fizesse referência à figura da autoridade xiita do islamismo, muito em voga na época, os versos focalizavam ditadores brasileiros. Um dos trechos dizia: “Geisel você nos atolou/ Figueiredo também vai atolar/ Aiatolá, aiatolá venha nos salvar/ Que esse governo já ficou gagá”. Essa marchinha marcou tanto a história do Pacotão que, quatro décadas depois, segue lembrada nas ruas.

Muitos fundadores do bloco morreram, mas os sucessores mantêm vivos a irreverência e o afiado senso crítico e continuam a fustigar os poderosos de plantão. A marcha que vai ser cantada no desfile do bloco nesta segunda-feira (24/2), a partir das 15h, tem como título Contra o fascismo na contramão, composta por Maria Sabino, Assis Aderaldo e José Sóter. O verso inicial diz: “O Pacotão vai escrachar no carnaval/ Essa milícia e também o laranjal/ Ô seu Queiroz que vida boa/ Só engordando a rachadinha da patroa”.

“Nós compusemos Contra o fascismo na contramão em praticamente dois dias. Tivemos alguma dificuldade para escolher o tema, porque o que não tem faltado ultimamente são situações jocosas e fatos ligados às autoridades para serem explorados. Acabamos por optar pelas questões ligadas aos milicianos, ao laranjal e à rachadinha perpetrada pelo filho do presidente, quando deputado na Assembleia Legislativa do estado do Rio de Janeiro”, conta Sóter.

Exposição


Como ocorre tradicionalmente desde 1978, o desfile deste ano terá início às 14h desta segunda-feira (24/2), mas a concentração começa às 12h, na comercial da 302/303 Norte. O bloco vai ser animado pela Banda Podre do Pacotão, formada por 11 músicos de sopro e percussão, tendo como vocalistas Eder e Janaina e, à frente, o estandarte com a inscrição Sociedade Armorial Patafísica Pacotão.

Quem chega mais cedo à concentração pode apreciar a exposição da jornalista Irone Queiroz — uma das fundadoras remanescentes do bloco —, com o registro fotográfico de desfiles do Pacotão. “A exposição está instalada no restaurante Picanha do Sul, na 302 Sul. Há fotos do bloco, dos foliões, da banda e de personalidades como o carnavalesco Joãozinho 30, que marcou presença em 2009 e 2010”, anuncia Irone

Para cantar na avenida


Contra o fascismo na contramão

O Pacotão vai escrachar no carnaval
Essa milícia e também o laranjal
Ô, seu Queiroz
que vida boa
Só engordando a rachadinha da patroa
Esse Queiroz, né mole, não
Também remexe no Cofrinho do patrão
Mas esse ano a coisa muda
Vamos mandar essa cambada pra Papuda
Luta do povo
Tem Pacotão vindo na contramão de novo

Compositores: Maria Sabina, Assis Aderaldo e José Sóter

Dobro de ocorrências

De sábado para domingo, o número de ocorrências policiais nos blocos carnavalescos de Brasília dobrou. Somente nesta segunda-feira (24/2), as forças de segurança registraram 111 casos, contra os 49 de sábado. Entre eles, 34 foram por furto de celular, 17 por porte de substância entorpecente para consumo próprio e 10 por porte de arma branca. A Secretaria de Segurança Pública também registrou 99 autuações por alcoolemia ao volante flagradas pelo Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) e pelo Departamento de Trânsito (Detran).

Os melhores do carnaval

Este ano, mais uma vez, o Correio Braziliense premiará os blocos de destaque do carnaval com o Troféu #CBFolia. Os ganhadores da premiação cultural serão decididos por uma comissão do Correio que visitará blocos da cidade e os avaliará de acordo com quatro critérios: sustentabilidade, estrutura, animação e respeito ao próximo. A fantasia mais descolada também receberá um prêmio. Por isso, compartilhe com a gente as imagens da folia com a hashtag #cbfolia no Instagram. Sua foto também pode aparecer no jornal durante o feriado e na galeria no site do Correio.

Programe-se

Confira alguns dos blocos que saem às ruas nesta terça-feira:

Terça-feira, 25 de fevereiro

After Carnaval no Parque
Das 2h às 6h
Ginásio Nilson Nelson

Baratinha 2020 — A Criança Longe das Drogas
Das 14h às 21h
Estacionamentos 12 e 13 do Parque da Cidade

Bloco das Caminhoneiras
Das 15h às 22h
Estacionamento 4 do Parque da Cidade

Bloco do Forró com Carimbó
Das 17h às 23h
Conjunto Cultural da República — Setor Cultural Sul, Lote 2

Bloco do Seu Júlio
Das 15h às 22h
Avenida Jair dos Santos, Planaltina

Bloco Vem Kem Ker
Das 17h às 23h
Avenida Luiz Estevam — Avenida Comercial da Estrutural

Carnapati 2020
Das 8h às 15h
Estacionamento 4 do Parque da Cidade

Carnaval do Asé Dúdu 2020
Das 16h às 22h
Estacionamento em frente ao Centro Cultural do Taguaparque

Carnaval na Venda
Das 14h às 22h
CLS 411, Bloco B, lojas 28 a 34 — Bar na Venda

Pacotão 2020
Das 14h às 21h
CLN 302/303, via W3 Norte/Sul

Periga Ser Bloco Carnavalesco
Das 14h às 21h
Praça da CNF — Taguatinga Norte

Setor Carnavalesco Sul — Matinê
Das 10h às 16h
SCS, Quadras 2 a 4

Ventoinha na Tesourinha
Das 16h às 22h
Comercial da 205/206 Norte

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade