Publicidade

Correio Braziliense

PM autua mais de 400 motoristas por embriaguez durante o carnaval

CPTran fez blitze em pontos estratégicos para flagrar foliões que consumiram bebidas alcoólicas e, depois, foram dirigir


postado em 25/02/2020 18:55 / atualizado em 26/02/2020 16:40

(foto: Detran-DF/Divulgação)
(foto: Detran-DF/Divulgação)
A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) autuou 411 foliões por alcoolemia neste Carnaval. Seis deles foram considerados crimes de trânsito, que acontece quando a quantidade de álcool por miligrama ultrapassa 0,34ml por litro de sangue, de acordo com a Lei 9.503/1997 (Lei Seca).

Cerca de cem militares em equipes fizeram quatro pontos de bloqueios por dia: as blitze ocorreram entre sexta-feira (21/2) até 0h da segunda-feira (24/2). O público-alvo eram as pessoas que estavam no Carnaval.

Os pontos de bloqueio eram montados em locais de dispersão dos blocos. “Os locais foram definidos para evitar que a pessoa que ingeriu bebida alcoólica dirigisse, colocando a sua vida e de outras pessoas em risco”, afirmou o comandante do Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran), coronel Eduardo Condi.

Aproximadamente 150 condutores foram flagrados, por dia, com teor alcoólico maior do que é permitido em lei. Condi frisou que o ato de ingerir bebida alcoólica não é crime, no entanto é necessário tomar precauções. “O amigo da vez, o transporte público ou por aplicativo são alternativas disponíveis”.

O CPTRAN e o Departamento de Trânsito (Detran-DF)  definiram, juntamente com a Secretaria de Mobilidade (Semob), pontos para embarque e desembarque para táxis e transporte por aplicativos. A medida facilitou o acesso dos foliões.

*Com informações da SSP/DF

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade