Publicidade

Correio Braziliense

Com capacidade máxima, Setor Comercial Sul fecha entrada de novos foliões

Segundo a organização, a medida foi tomada para garantir segurança das 12,5 mil pessoas que curtiam a folia no local


postado em 25/02/2020 20:50 / atualizado em 25/02/2020 21:48

Festa no Setor Comercial Sul lota com 12,5 mil pessoas(foto: Nina quintana/divulgação)
Festa no Setor Comercial Sul lota com 12,5 mil pessoas (foto: Nina quintana/divulgação)
Quem chegou tarde para curtir a folia no Setor Comercial Sul (SCS), na noite desta terça-feira (25/2), acabou sendo impedido de acessar os eventos de Carnaval do local. Isso porque a capacidade máxima de 12,5 mil pessoas foi atingida, por volta das 20h30, e a organização decidiu adotar a medida para garantir a segurança dos que já estavam dentro da área.

 

Foliões chegaram a relatar ao Correio esperar mais de duas horas e meia para conseguir acessar o complexo. "Infelizmente a lógica estrutural da cidade acaba provocando essas filas, mas precisamos sobretudo garantir a segurança de todos", explicou um dos idealizadores, Ian Viana, 24. Dois episódios de brigas foram registrados no local.

 

Os responsáveis pelo início das confusões foram vaiados e expulsos pelos foliões, que gritavam "fora". A polícia atuou de forma a dar continuidade à festa, conduzida pelos blocos Pega Ninguém e Entro Hétero e Saio Virad@, que encerram a noite de carnaval no SCS.

 

O público rotativo diário estimado pela organização foi de 30 mil pessoas. Aproximadamente 10 blocos se revesaram das 9h às 23h para garantir a festa. Mais de 400 trabalhadores atuaram no local, entre eles, 70 pessoas em situação de rua chamados para colaborar com a limpeza e a organização. A segurança ficou a cargo dos 1,5 mil policiais militares que atuaram na área central, além de 100 vigilantes particulares do evento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade