Cidades

Troca de gestão: diretor do Hospital Regional da Asa Norte pede demissão

Leonardo Ramos pediu exoneração do cargo de diretor em 16 de fevereiro. Porém, continuará atendendo no Hran

Walder Galvão
postado em 12/03/2020 11:16
De acordo com a Secretaria de Saúde, a decisão não está relacionada aos casos de coronavírusCom 74 casos suspeitos e dois confirmados de Covid-19 no Distrito Federal, Leonardo Ramos, diretor do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), unidade de saúde referência no tratamento do coronavírus, pediu demissão. A exoneração dele foi publicada nesta quinta-feira (12/3), no Diário Oficial do DF (DODF).
Apesar de o pedido de demissão, a Secretaria de Saúde informou, por meio de nota oficial, que a decisão de Leonardo não está vinculada aos casos de coronavírus na capital. ;Ele recebeu um convite de trabalho ;pelo seu excelente desempenho ; de um hospital da rede particular no início de fevereiro. O médico formalizou o pedido de exoneração do cargo em 16 de fevereiro;, informou o texto.
No lugar de Leonardo, assume Fabiana Binda. Segundo a pasta, ela é uma ;servidora com competência à altura do Hran; e é pós-graduada em gestão clínica pelo Hospital Sírio-Libanês.
Diretor do Hran pediu demissão do cargo, mas garante não ter relação com os casos de coronavírusAo Correio, Leonardo informou que a transição deve durar entre 30 e 40 dias e que a Fabiana está, há duas semanas, se inteirando dos processos do hospital. "Só tenho a agradecer, à equipe. Fiquei impressionado com o amor e dedicação dos profissionais ao hospital e aos pacientes, tanto que resolvi ficar por lá. Estou sendo bem recebido por todos os profissionais, o que só reforça o bom trabalho que fiz", disse.

Segundo Leonardo, haverá muitos desafios pela frente, mas tanto a gestão, quanto a assistência estão juntas e unidas nesse desafio. "Vamos vencer essa doença, o medo e a desinformação! Obrigado pelo apoio de vocês", agradeceu.
A Secretaria de Saúde frisou que Leonardo continuará desempenhando um importante papel de liderança dentro da gestão do HRAN, atuando dentro da sua nova carga horária de 20h.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação