Cidades

Coronavírus: Papuda adota medidas preventivas no sistema prisional

Entre as ações acertadas pelos membros dos órgãos da justiça criminal e de execução penal estão a ampliação do banho de sol e imposição de quarentena para os novos presidiários

Darcianne Diogo
postado em 18/03/2020 19:35
As ações reforçam o combate à Covid-19O Complexo Penitenciário da Papuda adotou uma série de medidas preventivas no sistema prisional do Distrito Federal em decorrência da pandemia de coronavírus. As visitas aos internos permanecem suspensas até 27 de março, conforme estabelecido no decreto assinado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB), que reforça as ações em relação ao combate à Covid-19.
As medidas propostas foram decididas nesta terça-feira (17/3) em reunião com membros dos órgãos da justiça criminal e de execução penal. A ideia é evitar a disseminação do vírus entre os detentos e servidores do presídio. O grupo pretende ainda elaborar um plano de contingência para o caso de alastramento da doença, segundo comunicado divulgado pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT).

Entre as decisões acertadas pelos componentes está a ampliação do banho de sol dos presos para três horas diárias; o isolamento dos internos idosos e daqueles que exercem trabalho externo; imposição de quarentena para os novos presidiários e para aqueles que retornarem das saídas temporárias; a solicitação formal, pela Vara de Execuções Penais (VEP), à Secretaria de Saúde para ampliação da escala e do efetivo das equipes de saúde nas unidades; e a aquisição de material próprio para a prevenção.

Haverá ainda palestras e orientações de profissionais da saúde para os custodiados e policiais penais; incremento da rotina de higienização nos ambientes prisionais, principalmente nas cozinhas onde são preparadas as refeições para os internos.






Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação