Publicidade

Correio Braziliense

GDF compra leitos de UTI e 10 mil testes rápidos para a Covid-19

Investimento total é de R$ 21,6 milhões e tem como objetivo acelerar o diagnóstico e fortalecer a estrutura física das unidades de saúde


postado em 25/03/2020 15:16 / atualizado em 25/03/2020 15:34

(foto: Edílson Rodrigues/CB/D.A Press)
(foto: Edílson Rodrigues/CB/D.A Press)
Com investimento total de R$ 21,6 milhões, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES) publicou no Diário Oficial do DF, nesta quarta-feira (25/3), a contratação de novos leitos de unidade terapia intensiva (UTI). A decisão faz parte de um conjunto de iniciativas adotadas pelo Governo do Distrito Federal para combater a proliferação da Covid-19.
 
Com 182 casos confirmados, as novas preocupações do governo são com o diagnóstico rápido e a estrutura física das unidades de saúde para atendimento à população. O secretário de saúde, Francisco Araújo, disse que as ações tomadas são medidas preventivas. “Estamos usando a prevenção como melhor remédio para cuidar do coronavírus. A contratação dos leitos é parte desse processo”, explicou o gestor.
 
O DODF também publicou extratos de contratos de medicamentos para reforçar a atuação da SES. Somados, os investimentos ultrapassam R$ 2,6 milhões. Estão na lista remédios como comprimidos do ácido ursodesoxicólico, utilizado para tratamentos de doenças no fígado; ceftriaxona injetável, para o tratamento de doenças respiratórias; e a solução básica de bicarbonato de sódio a 8,4%, utilizada em procedimentos de hemodiálise.
 

Testes rápidos

Para ajudar no diagnóstico da Covid-19, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) também publicou aviso de licitação para a compra de 10 mil testes rápidos. Os kits de diagnósticos serão destinados ao Laboratório de Análises Clínicas da Policlínica da Corporação (Pomed). “Quanto mais testes rápidos tivermos, melhor”, destacou o secretário de Saúde.
 
O CBMDF solicita aos interessados proposta comercial para balizamento de preços, visando obter valor mais em conta à administração pública. As propostas deverão ser encaminhadas até as 18h de quinta-feira (26/3) ao e-mail dimat.cbmdf@gmail.com, em que poderão ser esclarecidas todas as dúvidas.
 
A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) autorizou a compra emergencial de luvas para reforçar os equipamentos de segurança para atuação dos batalhões nas ruas. Com valor total de R$ 28,2 mil, os produtos têm destinação certa para suprimento logístico e para ação de enfrentamento emergencial de saúde pública decorrente do coronavírus.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade