Publicidade

Correio Braziliense

Covid-19: Secretaria de Saúde abre licitação emergencial para adquirir EPIs

A ação faz parte das medidas contra a disseminação do novo coronavírus


postado em 26/03/2020 10:24 / atualizado em 26/03/2020 11:09

A secretaria liberou mais de R$ 4,5 milhões em notas de empenho para quitar uma lista de remédios e produtos hospitalares(foto: THIBAULT SAVARY)
A secretaria liberou mais de R$ 4,5 milhões em notas de empenho para quitar uma lista de remédios e produtos hospitalares (foto: THIBAULT SAVARY)
Foi publicado no Diário Oficial do DF (DODF) dessa quarta-feira (25/3) que o Governo do Distrito Federal vai adquirir Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para reforçar o combate da disseminação da Covid-19. A aquisição não precisou de licitação devido à situação de emergência em saúde que a capital enfrenta desde o mês passado.
 
A licitação emergencial inclui materiais utilizados pelas equipes de assistência, que incluem todos os profissionais de saúde. A lista do que precisa é composta por máscaras N95, cirúrgicas e para pulverização; protetores faciais com viseira flexível; sapatilhas descartáveis; macacões protetores; toucas descartáveis e capotes cirúrgicos estéreis.   
 
Empresas interessadas devem solicitar o ofício de convocação e o projeto básico no mesmo endereço.  A pasta vai receber propostas até as 15h do dia 30 deste mês, pelo e-mail dispensadelicitacao.sesdf@gmail.com. 

Investimentos

A Secretaria de Saúde (SES) está reforçando os estoques de insumos e medicamentos. Nesta quinta-feira (26/3), a pasta liberou mais de R$ 4,5 milhões em notas de empenho para quitar uma extensa lista de remédios e produtos hospitalares.
 
Entre os itens a serem licitados estão seringas, fraldas geriátricas, parecoxibe sódico – indicado para a prevenção e tratamento de dor pós-operatória – amitriptilina– medicamento utilizado como calmante –, curativos com carvão ativado, urfactante pulmonar e ciclosporina, para o tratamento de doenças autoimunes.
 
 
Com informações da Agência Brasília.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade