Publicidade

Correio Braziliense

MP recomenda que GDF priorize a vacinação de idosos por tempo indeterminado

Órgão enviou orientação, nesta quarta-feira (25/3), à Secretaria de Saúde. Imunizações voltadas prioritariamente para este público estão previstas para terminarem nesta sexta-feira (27/3)


postado em 26/03/2020 15:30

Vacinação de idosos começou na segunda-feira nos postos de saúde(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
Vacinação de idosos começou na segunda-feira nos postos de saúde (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) recomendou, nesta quarta-feira (25/3), que a Secretaria de Saúde estenda, por prazo indeterminado, a vacinação contra a gripe exclusiva para os idosos

As imunizações voltadas prioritariamente para este público ocorrem desde segunda-feira (23/3) e estão previstas para terminarem nesta sexta-feira (27/3). No entanto, o MPDFT instruiu que o período seja prorrogado até que a cobertura vacinal desse grupo - considerado de risco para o contágio pelo coronavírus - atinja a meta. Ao todo, a Secretaria de Saúde estima que 203 mil idosos sejam imunizados ao fim da campanha.

No documento enviado à pasta, o MPDFT argumenta que houve atraso na vacinação nos primeiros dias de campanha, em razão da alta demanda e do cancelamento de voo que entregaria o novo lote das doses, o que levou algumas unidades de saúde do DF a ficarem sem as dosagens necessárias.

O órgão também recomendou que o número de postos para vacinação seja ampliado a farmácias, estabelecimentos de ensino, mercados, centros médicos e shoppings centers, que tiverem autorização para funcionar durante o período de quarentena. 

O MPDFT estabeleceu que o Governo do Distrito Federal (GDF) tome as medidas necessárias em 48 horas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade