Publicidade

Correio Braziliense

Serviços de assistência social implantam atendimento via telefone

Unidades focam nesse tipo de serviço para evitar expor comunidade e servidores a aglomerações e, consequentemente, risco de disseminação da Covid-19


postado em 26/03/2020 20:50 / atualizado em 26/03/2020 20:50

Atendimentos presenciais estão limitados(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Atendimentos presenciais estão limitados (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
A partir desta semana, os Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e os Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) passaram a viabilizar o teleatendimento à população do Distrito Federal. Por serem unidades da Política de Assistência Social com alta rotatividade e concentração de pessoas, ficou estabelecido que o atendimento presencial ficasse temporariamente suspenso. A medida segue orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) de evitar aglomerações, capazes de disseminar o novo coronavírus.

“A maneira de trabalho foi repensada para minimizar, ao máximo, os transtornos para o cidadão”, destaca a Secretária Adjunta de Desenvolvimento Social, Valéria Rocha. “Servidores de unidades voltadas prioritariamente para atendimento em grupos foram realocados para reforçar o teleatendimento”, explica.

A primeira estratégia foi regionalizar as unidades de uma mesma cidade do DF e repensar escalas e revezamentos de trabalho, inclusive em virtude do Decreto nº 40.526, de 17 de março de 2020. Porém, como a assistência social é política pública de caráter essencial, as unidades voltaram a funcionar de forma territorializada, priorizando o atendimento por telefone.

A legislação estabelece o teletrabalho, em caráter excepcional e temporário, para servidores, efetivos e comissionados, empregados públicos e contratados que forem acometidos por febre ou sintomas respiratórios ou que tenham retornado de viagem internacional nos últimos 14 dias e, daqui para a frente, idosos acima de 60 anos, imunossuprimidos e gestantes, bem como aqueles que estão em convívio com familiar diagnosticado com a Covid-19.

O direcionamento segue, também, as determinações da Portaria nº 27 de 10 de março de 2020. O texto estabelece os teleatendimentos para as solicitações de cesta emergencial, acolhimento institucional, informações e para questões emergenciais envolvendo violações de direitos. Outros serviços podem compor essa lista posteriormente.

Os serviços capazes de gerar aglomeração de pessoas estão temporariamente suspensos. Por exemplo: atividades de convivência ou atendimento em grupo, visitas domiciliares e atendimentos relacionados ao Cadastro Único para Programas Sociais (preenchimento, atualização, Programa Bolsa Família, DF sem Miséria, Bolsa Alfa e Benefício de Prestação Continuada), entre outros.

É possível ainda, apesar de não estarem estabelecidos no decreto, a solicitação de benefícios eventuais, cuja concessão depende de análise de equipe técnica especializada para famílias já referenciadas ou em acompanhamento nos equipamentos.

Vale ressaltar que o teleatendimento é uma rotina emergencial temporária de trabalho ocasionada pela situação atípica.

Confira os telefones para atendimento:


CRAS

Cras Brasília 3245-1822 / 3346-6769

Cras Brazlândia 3391-1057

Cras Candangolândia 3301-7735

Cras Ceilândia Norte 3379-2220 / 3274-3104

Cras Ceilândia P Sul 3376-7318

Cras Ceilândia Sul 3373-7961 / 3372-9841

Cras Estrutural 3465-7556 / 3465-7558

Cras Fercal 3483-2588

Cras Gama 3384-4810

Cras Guará 3568-4059 / 99433-4393

Cras Itapoã 3467-6001 / 3369-1516

Cras Núcleo Bandeirante 3386-1412 / 3386-2514

Cras Paranoá 3369-7903 / 3369-5262 / 3408-1863

Cras Planaltina 3389-0437

Cras Planaltina Arapoanga 3488-7141

Cras Recanto das Emas 3332-1482 / 3434-5788

Cras Riacho Fundo I 3399-3243

Cras Riacho Fundo II 3333-5223

Cras Samambaia Sul 3358-7078

Cras Expansão 98303-7659

Cras Santa Maria 3394-1757

Cras São Sebastião 3339-1512 / 3339-4028

Cras Sobradinho 3487-1780

Cras Sobradinho II 3485-7198

Cras Taguatinga 3354-7929

Cras Taguatinga Areal 3356 – 3796

Cras Varjão 3468-1862

Cras Sobradinho 3487-1780

Cras Sobradinho II 3485-7198

Cras Taguatinga 3354-7929

Cras Taguatinga Areal 3356-3796

Cras Varjão 3468-1862


Creas

Creas Planaltina 3388-3151 / 3389-2032

Creas Sobradinho 3387-2241 / 3387-8651

Creas Brasília 3245-8131 / 3346-9332

Creas Estrutural 3363-0064

Creas Núcleo Bandeirante 3386-1412 / 3386-2514

Creas Taguatinga 3563-3155 / 3352-3380 / 3563-3842

Creas Ceilândia 3371-0376 / 3372-7866

Creas Brazlândia 3391-1057

Creas Samambaia 3357-1755 / 3357-5031

Creas Gama 3556-3973

Creas Diversidade 3224- 4898

*com informações da Sedes

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade