Cidades

Adasa adia reajuste tarifário da Caesb devido ao coronavírus

A medida prorrogou para 1° de outubro, mas ainda pode ser reavaliada no período de enfrentamento ao Covid-19

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 27/03/2020 11:19
 (foto:  Breno Fortes/CB/D.A Press)
(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)
Reajuste foi adiado para outubroA Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) adiou para 1; de outubro a vigência do Reajuste Tarifário Anual da Caesb, que seria cobrado a partir de 1; de junho. A medida foi tomada em virtude da decretação do Estado de Calamidade Pública no país, por conta da proliferação da Covid-19 e, também, as precauções de tendência acentuada de queda na atividade econômica e de elevação na taxa de desemprego.

Segundo a Resolução n;3, publicada nesta sexta-feira (27/3) no Diário Oficial do Distrito Federal, a Caesb vai poder adotar o faturamento pela média do consumo medido nos últimos 12 meses, como forma alternativa de leitura dos hidrômetros neste período de isolamento social.

A Resolução também flexibiliza o período de leitura dos hidrômetros e dos Termos de Compromisso de Ajustamento de Conduta, que definem períodos para o cumprimento de obras e serviços. A ação normativa acrescenta que a data de 1; de outubro poderá ser reavaliada no decorrer do momento de combate ao coronavírus.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação