Publicidade

Correio Braziliense

Lacen recebe mais cinco máquinas para agilizar diagnóstico do coronavírus

Com atendimento 24 horas e novos aparelhos, a unidades poderá fazer cerca de mil testes diários


postado em 28/03/2020 20:25 / atualizado em 28/03/2020 20:26

Os aparelhos identificam a presença de material genético correspondente a Covid-19(foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde)
Os aparelhos identificam a presença de material genético correspondente a Covid-19 (foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde)
O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), informou que vai receber mais cinco máquinas destinadas para exames que diagnosticam o novo coronavírus. Com a novidade, o local, que desde sexta-feira (27/3) atua com funcionamento de 24 horas, inclusive aos finais de semana, poderá fazer cerca de mil testes diários. 

Além dos três equipamentos recebidos pela Universidade de Brasília (UnB), a unidade vai ganhar outras duas máquinas. Atualmente o local tem três equipamentos para testagens. De acordo com o diretor do Lacen, Jorge Chamon, os aparelhos são equipamentos de amplificação do tipo PCR em tempo real. “Eles são os analisadores que identificarão a presença de material genético correspondente à Covid-19, dando a informação se o paciente tem ou não a doença”, explica. 

Funcionamento

O laboratório atua em serviço 24 horas desde sexta-feira (28/3). O Trabalho por Período Determinado (TPD) vai durar pelos próximos 90 dias, a fim de diminuir o tempo de liberação dos exames que diagnosticam o novo coronavírus. Atualmente, o tempo médio de liberação de resultado é de até cinco dias. 

Cerca de 50 servidores, entre biólogos, farmacêutico-bioquímicos, técnicos de laboratório, patologia clínica, técnicos de políticas públicas e gestão governamental, além de motoristas, atuam no Lacen.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade