Publicidade

Correio Braziliense

S.M. Elizabeth II chega a Brasília hoje ao meio-dia

A Rainha Elizabeth II, chega às 12,15 horas a esta Capital, acompanhada do Príncipe Phillip, Duque de Edimburgo e comitiva, dando o início a sua visita oficial a Brasília


postado em 01/04/2020 06:00 / atualizado em 01/04/2020 16:08

Esta matéria foi publicada originalmente na edição de 5 de novembro de 1968 do Correio. Sua republicação faz parte do projeto Brasília Sexagenária, que até 21 de abril de 2020 trará, diariamente, reportagens e fotos marcantes da história da capital. Acompanhe a série no site especial e no nosso Instagram.

 

Rainha Elizabeth II e Princípe Philip em viagem a Serra Leoa em 1961(foto: Stringer/AFP)
Rainha Elizabeth II e Princípe Philip em viagem a Serra Leoa em 1961 (foto: Stringer/AFP)
Sua Majestade, a Rainha Elizabeth II, chega às 12,15 horas a esta Capital, acompanhada do Príncipe Phillip, Duque de Edimburgo e comitiva, dando o início a sua visita oficial a Brasília. Procedente da Guarnabara, a Rainha será recebida no Aeroporto Militar pelo Presidente Costa e Silva, Vice-Presidente Pedro Aleixo, todo o Ministério, Prefeito Wadjô Gomide e altas autoridades, quando lhe serão prestadas as Honras Militares, seguindo logo após para o Hotel Nacional através do Eixo Rodoviário, onde chegará às 13 horas. 

>> Leia também a matéria que narra a visita de Elizabeth II à capital


Enquanto isso, a Prefeitura mobiliza todos os seus serviços para o atendimento da Soberana britânica e sua comitiva com o esquema de segurança delineado, o sistema de atendimento médico pronto e os principais pontos da cidade embandeirados e iluminados. 

 

Programa

Ao chegar ao Hotel Nacional a Rainha Elizabeth almoçará em caráter íntimo, e Às 14,40 visitará o Palácio da Alvorada, sendo recebida pelo Presidente da República e a Primeira-Dama do País. Às 15,20 a Majestade britânica será recepcionada no Supremo Tribunal Federal, que se reuniará em sessão plena para homenageá-la, passando em seguida ao Congresso Nacional onde, em sessão conjunta, solene, os deputados e senadores prestarão honrarias à Soberana inglêsa. Após as solenidades do Congresso, a Rainha, seguirá para o Hotel Nacional lá chegando às 17,10 horas, e às 17,30 horas recepcionará a Imprensa no Salão Azul do Hotel Nacional. 

 

Às 20,45 horas a Rainha Elizabeth chegará ao Palácio Itamaraty, onde lhe será oferecido um jantar pelo Presidente Costa e Silva e senhora, reunindo-se, às 22,15 no mesmo local, no mesmo local, com o círculo diplomático. Ainda no Itamaraty, o Chefe da Nação oferecerá à Majestade britânica uma recepção, que terá início às 22,30 horas, permanecendo a Rainha até às 23,55 horas quando então se recolherá aos seus aposentos no Hotel Nacional. 

 

Amanhã, o programa de Sua Majestade terá início às 10,10 horas, com uma visita à cidade, incluindo-se na visita passagem pela Escola-Classe da Superquadra 308, quando será rebida pela Primeira-Dama da Cidade, dona Maria Helena da Costa Gomide, e pelo Secretário de Educação da PDF, Sr. Ivan Luz, professôras e alunos. Às 11 horas o Prefeito Wadjô Gomide fará entrega à Rainha Elizabeth de duas onças, na Tôrre de TV. Em seguida o Prefeito e a comitiva subirão à Tôrre. Às 11,40 horas, a Embaixada da Grã-Bretanha, na Avenida das Nações, receberá a Soberana que, logo em seguida, às 12,40, seguirá para a Base Aérea de Brasília, acompanhada do Prefeito Wadjô Gomide, e demais autoridades civis e militares. O embarque de Sua Majestade, a Rainha Elizabeth II da Inglaterra, se dará às 13,00 horas. Daqui a Soberana inglêsa seguirá para São Paulo, devendo desembarcar no aeroporto de Congonhas às 14,45 horas. A segurança da Rainha Elizabeth, em Brasília, será assegurada por cêrca de 1.500 policiais do Exército, Aeronáutica, Polícia Militar do DF, Departamento de Polícia Feminina e DOPS, que obedecerão a um plano conjunto, elaborado pela Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal. Para facilitar o policiamento a cidade foi dividida em zonas estanques de segurança, sendo que cada local que a soberana visitas vai ficar sob a responsabilidade de uma das corporações integrantes do plano.

 

Para segurança da chegada e da saída, na Base Aérea, foi destacada a Polícia da Aeronáutica. Um cordão de soldados em tôrno do avião real obrigará os fotógrafos e repórteres a obedecerem rigorosamente as distâncias  de aproximação à Rainha. A partir do Balão do Aeroporto, passando pelo viaduto Camargo. 

 

A Polícia do Exército guardará o trajeto do Hotel Nacional ao Palácio da Alvorada. Na volta, a PM tem a responsabilidade pela segurança, do Congresso ao Hotel. Na recepção à imprensa, das 18 horas e 30 minutos às 19 horas e 30 minutos de amanhã, no Hotel Nacional, haverá 15 policiais do DPF à paisana. Nesta recepção, nenhum jornalista poderá se dirigir à Rainha. A exigência do cumprimento estrito dos rituais diplomáticos deixa prever maior trabalho dos policiais nos lugares de acesso popular. Os locais considerados mais difíceis são o Congresso Nacional, o Hotel Nacional, o Itamaraty e o Supremo Tribunal Federal. Durante a visita à cidade, na manhã do dia 6, 30 soldados dos Dragões da Independência, 15 de cada lado do carro, farão a escolta da Rainha, no Setor Militar, do Primeiro Batalhão Independente de Canhões Antiaéreos até a saída do BGP. Durante tôda a sua visita ao Brasil, a Rainha terá dois guarda-costas especiais do DPF que impedirão que qualquer pessoa se acerque da visitante. 

 

Guarda mirim

Cêrca de 25 alunos da escolinha vestirão trajes semelhantes aos dos guardas da Rainha, no Palácio de Buckingham. Os guardinhas mirins formarão fila e saudarão a visitante com apresentação de armas. Em seguida, três crianças, uma negra, uma branca e uma japonêsa (amarela) entregarão uma rosa, cada, à Soberana. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade