Cidades

Confira dicas de ioga para praticar durante a pandemia de coronavírus

Práticas de meditação podem aliviar a tensão e trazer equilíbrio físico e emocional durante a pandemia da Covid-19. Thaís Joi, professora de ioga em Brasília, dá dicas de posturas para fazer em casa

Cibele Moreira
postado em 01/04/2020 06:00
 (foto: Arquivo Pessoal)
(foto: Arquivo Pessoal)
Segundo Thaís Joi, a atenção com o ritmo da respiração desperta a consciência e tem o poder de aliviar o estresse: Inspire, expire e não pire. As notícias sobre o novo coronavírus não param um segundo. Medidas de contenção e ações de combate à Covid-19 são os principais assuntos do momento no mundo. Com a rotina de incertezas e isolamento social, um outro problema surge: a ansiedade e o estresse físico, mental e emocional. Uma resposta rápida do corpo diante das mudanças enfrentadas pela população. Entre as alternativas para aliviar essa tensão, está a prática de meditação e ioga. A arte milenar indiana tem como benefício equilibrar o corpo e a mente, além de proporcionar um estado de paz interior.

Para Thaís Joi, professora de ioga e meditação em Brasília, as duas práticas podem se tornar uma aliada no momento atual. ;É importante dedicar um tempo para o autocuidado. Conectar-se com o presente, porque, se você começar a pensar muito no que vai acontecer no futuro, você pira;, expõe. De acordo com ela, o primeiro passo para quem quer desacelerar é a atenção com a respiração. ;A inspiração e expiração nasal, profunda e lenta. Quando a gente respira rápido, isso provoca um estado de ansiedade no corpo. Então, tenha consciência da respiração. A mesma quantidade que entra nos pulmões deve ser a mesma quantidade que sai. Dessa forma, o corpo fica mais oxigenado e a pessoa sai do lugar de medo e ansiedade;, explica Thaís.

As posturas de ioga são uma outra forma de conexão com o corpo. ;Ioga significa união de todas as nossas partes, é a busca pelo equilíbrio. Existem várias posturas simples, que promovem um relaxamento consciente e traz bem-estar;, afirma a professora. Entre as posições indicadas por Thaís Joi está a shavasana ou yoga nidra. ;Deitada com as costas no chão, vai relaxando cada parte do corpo. Fique assim de cinco a 10 minutos. Essa postura vale mais do que uma noite de sono;, ressalta.

Para quem sofre com dores na coluna e lombar ou para quem passa muito tempo sentado, uma dica é colocar as pernas para cima, encostadas na parede e com o tronco no chão. Segundo Thaís, essa posição auxilia no fluxo sanguíneo, oxigena o cérebro e coração e alivia o peso das pernas. A professora também orienta outras posturas que qualquer pessoa pode fazer em casa, sem contraindicação, e abertas para toda a família. ;O importante é sair da inércia. Trazer vida para dentro e dedicar um tempo para nós mesmos. Se não nos cuidarmos, vamos adoecer. Não espere um tempo ideal, a mente sempre vai achar uma desculpa;, afirma.

Benefícios

A prática de meditação para muitos não é fácil. No entanto, os benefícios gerados têm atraído cada vez mais adeptos. Em canal no YouTube, Thaís Joi traz algumas meditações guiadas para quem está iniciando, além de disponibilizar vídeoaulas de ioga.

O grupo de meditação Sahaja Yoga, também de Brasília, tem ofertado práticas on-line ao vivo em rede social e vídeos direcionados em canal no YouTube. Um dos mediadores, Cyro Ribeiro explica que a Sahaja Yoga vai além do relaxamento. ;Ela nos permite uma conexão com o nosso corpo, além de prevenir doenças como a gastrite, associada muito com o estresse;, pontua. ;Esse momento de quarentena é propício para os problemas físicos e emocionais. A gente não estava preparado para ficar em confinamento. A prática de meditação ajuda a ter equilíbrio;. É possível acompanhar as práticas no canal Meditação Online BR, no YouTube, e as meditações ao vivo ocorrem no Instagram @sybrasiliadf.

;Reserve um tempo. Escolha um lugar tranquilo. Procure uma posição confortável. Com a mente tranquila e o coração confiante, liberte-se dos maus pensamentos, dos apegos e das angústias deste momento;, essa é a mensagem do Templo Shi-Budista de Brasília, que também disponibilizou uma meditação guiada pelo Monge Sato, no site terrapuradf.org.br. O espaço, que oferece cursos de ioga, tai chi chuan, meditação, entre outras artes milenares, está com as portas fechadas, seguindo as orientações do decreto publicado pelo Governo do Distrito Federal.
Posturas de relaxamento
Posições orientadas pela professora de ioga Thaís Joi

Balasana

Conhecida também como postura da criança, acalma a mente, ajuda a soltar o controle, abre espaço entre as vértebras e serve como uma pausa estratégica para o descanso fisiológico e mental. Perfeita para dores na coluna, em especial na lombar, pois libera tensões nessa região e permite que ombros e pescoço relaxem. ;Mentalmente, facilita um momento de introspecção para acolhermos nossas condições atuais e a criança interior que carrega nossos medos e sonhos mais básicos;, explica a professora.
ilustração de posição de ioga

Como fazer
Fique de joelho e verifique se é possível sentar nos pés. Caso não, coloque uma manta ou almofada entre o quadril e os pés. Separe os joelhos e mantenha os pés juntos. Expire flexionando o tronco, caminhando com as mãos à frente. Apoie a testa no chão e respire profundamente de um a cinco minutos.

Shavasana

Shavasana ou Yoga Nidra é o relaxamento físico, mental e emocional consciente.
A passividade representa a sutil habilidade de ceder em tempos de reatividade e de excesso de fazer. Parece a postura que dormimos, porém, acordados e conscientes da entrega de cada parte do corpo, permanecendo imóvel por algum tempo. ;É a postura mais importante da prática e talvez a mais desafiadora, pois as pessoas perderam a qualidade de relaxar;, comenta Thaís.
ilustração de posição de ioga

Como fazer
Deite-se com pernas afastadas, palmas das mãos para cima, solte o corpo pesado no chão. Feche os olhos e permaneça imóvel. No início, faça por cinco minutos e vá estendendo até chegar a 20.
Adho Mukha Svanasana

Conhecida como Cachorro olhando para baixo, é uma postura que imita o que os cães fazem ao empinar o bumbum em direção ao céu.
ilustração de posição de ioga
Como fazer
Com quatro apoios no chão, leve bumbum em direção aos calcanhares e, lentamente, eleve o quadril enquanto estica as pernas. Empurre o chão e dobre os joelhos para elevar os quadris. Relaxe a cabeça. Estique os braços afastando os ombros das orelhas. Respire sempre pelo nariz, consciente, lenta e profundamente.

Marjanyasana

Também conhecida como postura do gato e da vaca.
ilustração de posição de ioga

Como fazer
Inspirando, deite o peito em direção ao chão e olhe para cima. Expirando, arredonde as costas e traga o olhar em direção ao umbigo. Repita de cinco a 10 vezes lentamente. Mantenha os braços esticados. Deixe a respiração levar o movimento.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação