Publicidade

Correio Braziliense

Secretaria de Saúde abre edital para contratar leitos de UTI

Serão adquiridos 40 leitos da rede privada, mas este número pode aumentar conforme a demanda e recursos investidos


postado em 01/04/2020 15:53 / atualizado em 01/04/2020 16:57

O credenciamento se encontra aberto e qualquer instituição privada com infraestrutura necessária pode participar(foto: Breno Esaki/Agência Saúde)
O credenciamento se encontra aberto e qualquer instituição privada com infraestrutura necessária pode participar (foto: Breno Esaki/Agência Saúde)
A Secretaria de Saúde do Distrito Federal lançou, nesta quarta-feira (1°/4), um edital para a contratação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em hospitais privados. O objetivo da pasta é ter mais vagas de UTI disponíveis devido à pandemia do novo coronavírus. O credenciamento se encontra aberto e qualquer instituição privada com infraestrutura necessária pode participar. Serão disponibilizados mais de R$ 35 milhões para essa contratação.

Inicialmente, a Secretaria de Saúde-DF adquirirá 40 leitos adultos, pediátrico e neonatal. Outros 200 de retaguarda serão postos à disposição da população no Estádio Mané Garrincha. Contudo, o número pode aumentar com o tempo, demanda e recursos investidos. A  contratação dos leitos com o setor privado será anual, via credenciamento, com a possibilidade de ser prorrogada. 

A convocação para os interessados apresentarem suas propostas foi divulgada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). O edital de credenciamento está disponível na Gerência de Aquisições Especiais da Secretaria de Saúde. Também pode ser solicitado pelo e-mail inexigibilidade.sesdf@gmail.com.

A rede pública de saúde do DF conta, atualmente, com 500 leitos de UTI. No cenário de pandemia do coronavírus, estão disponíveis 50 leitos para pacientes com Covid-19, sendo 10 pediátricos no Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB).

Nos próximos dias, serão disponibilizados mais 10 leitos em hospitais privados, já com suporte respiratório. No Hospital da Polícia Militar serão oferecidos 80 leitos. No Hospital Regional de Santa Maria (HRSM), 70, e mais 30 no Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF).

O Hospital Regional da Asa Norte (Hran) conta com 10 leitos habilitados pelo Ministério da Saúde que serão utilizados para atender pacientes com coronavírus. Ainda está em andamento a compra de 300 ventiladores pulmonares para os principais hospitais públicos do DF.

Além disso, os leitos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha comportarão pacientes que receberem alta das UTIs, mas ainda estiverem em recuperação e sem poder voltar para casa. A previsão inicial é que parte desses leitos esteja disponível à população nos próximos 15 dias. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade