Cidades

Coronavírus: paciente internada no Hran continua em estado gravíssimo

Segundo boletim da Secretaria de Saúde, ela apresenta síndrome respiratória aguda severa

Walder Galvão
postado em 01/04/2020 20:45
 (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
A paciente recebeu o diagnóstico do novo coronavírus em 5 de março e está internada no HranA primeira paciente diagnosticada com coronavírus no Distrito Federal segue em estado gravíssimo. A mulher, de 52 anos e moradora do Lago Sul, está internada na unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Regional da Asa Norte (Hran). Segundo boletim da Secretaria de Saúde, ela apresenta síndrome respiratória aguda severa.

De acordo com a pasta, a mulher tem comorbidades (quando duas doenças ou mais atingem um paciente) que agravam o quadro clínico. Ela está hemodinâmica mantida com vasopressores. Função renal é estável. A paciente está sedada e sob ventilação mecânica. Além disso, tem cuidados intensivos da equipe multidisciplinar e todo suporte técnico-científico.

A paciente recebeu o diagnóstico em 5 de março, um dia após dar entrada no Hospital Daher, no Lago Sul. No dia seguinte, ela foi transferida para o Hran, onde está internada atualmente. Ela apresentou sintomas da doença após fazer uma viagem à Suíça e ao Reino Unido.

O marido dela, um empresário de 45 anos, também foi diagnosticado com a doença. O Governo do Distrito Federal (GDF) entrou na Justiça para que ele mantivesse o isolamento domiciliar. De acordo com a acusação, eles descumpria as medidas recomendadas pelos órgãos de saúde. Entretanto, a defesa nega. Na terça-feira (31/3), ele fez exame e testou negativo para a Covid-19.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação