Publicidade

Correio Braziliense

Governo flexibiliza decreto e permite reabertura de feiras; veja lista

A permissão vale apenas para a comercialização exclusiva de gêneros alimentícios, de consumo humano ou animal


postado em 01/04/2020 21:46 / atualizado em 01/04/2020 22:15

Ceasa está entre as feiras que poderá reabrir a partir da próxima segunda-feira (6/4)(foto: Ana Rayssa/CB/D.A Press - 2/7/2019)
Ceasa está entre as feiras que poderá reabrir a partir da próxima segunda-feira (6/4) (foto: Ana Rayssa/CB/D.A Press - 2/7/2019)
O novo decreto assinado pelo governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), estendendo o prazo de fechamento do comércio até maio como medida de prevenção às infecções pelo novo coronavírus permitiu, no entanto, a reabertura de feiras permanentes a partir de segunda-feira (6/4). A permissão vale apenas para a comercialização exclusiva de gêneros alimentícios, de consumo humano ou animal.
 
O consumo no local continua proibido. Restaurantes e praças de alimentação não poderão ser reabertas apesar de pertencerem às feiras. O governador já havia anunciado a possibilidade de suspensão da atividade comercial seria até 13 de abril, entretanto, decidiu ampliar o prazo devido ao avanço das infecções pela doença. O DF é a unidade da Federação com maior incidência de infectados a cada 100 mil habitantes.
 
Veja lista das feiras autorizadas a funcionar:

Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa)
Feira Central de Ceilândia
Feira de Hortifrutigranjeiro de Planaltina
Feira Modelo de Sobradinho
Feira do Paranoá
Feira Permanente de Brazlândia.
Feira Permanente da Candagolândia
Feira Permanente do Cruzeiro
Feira Permanente do Gama
Feira Permanente do Guará
Feira Permanente da Estrutural
Feira Permanente da Guariroba
Feira Permanente do Jardim Botânico
Feira Permanente do Núcleo Bandeirante
Feira Permanente do P Norte – Ceilândia
Feira Permanente da QNL – Taguatinga
Feira Permanente de São Sebastião
Feira Permanente de Sobradinho 2
Feira Permanente da 313 de Samambaia
Feira Permanente da 510 de Samambaia
Feira do Produtor de Ceilândia
Feira do Produtor de Vicente Pires

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade