Publicidade

Correio Braziliense

Idosos sem moradia adequada serão hospedados no Brasília Palace Hotel

Brasília Palace se prepara para receber, ainda neste mês, até 300 pessoas sem moradia adequada durante a pandemia


postado em 09/04/2020 06:00

Hotel mais antigo de Brasília vai oferecer aos idosos, além de moradia, espaço para oficinas e atividades como costura de máscaras de tecido(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Hotel mais antigo de Brasília vai oferecer aos idosos, além de moradia, espaço para oficinas e atividades como costura de máscaras de tecido (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
O Brasília Palace, o hotel mais antigo de Brasília, prepara as acomodações para receber até 300 idosos, com idade acima de 60 anos, sem moradia adequada durante a pandemia de coronavírus. A equipe da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) realizou, ontem, uma visita técnica ao local. 

A previsão é de que os hóspedes comecem a chegar ainda neste mês. Eles serão distribuídos em 150 quartos. O projeto “Hotelaria Solidária” faz parte do programa “Via Vida Vale Muito”, desenvolvida pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus). 

Durante a visita ao hotel, a secretária da Sejus, Marcela Passamani, vistoriou os quartos e identificou os espaços onde ocorrerão oficinas e atividades planejadas ao público idoso. A ideia, segundo a pasta, é pensar em atividades que explorem as habilidades dos hóspedes. Entre elas, está a oficina de costura de máscaras de tecido para uso próprio ou doação. “Também estamos pensando em atividades ao ar livre, mas seguindo os critérios de segurança e sem aglomeração. A partir dessa visita, conseguimos fechar um plano de fluxo dos idosos no hotel, montar um calendário de atividades e uma rotina para eles”, detalhou Passamani. 

 Após serem recebidos, os idosos devem passar por exames e testes conduzidos pela Secretaria de Saúde, que prestará cuidados médicos, garantindo a eficácia do isolamento. Levantamento da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) mostra que o DF tem 14 mil idosos em moradia inadequada. “São pessoas que vivem sem condições de isolamento social dentro da própria casa”, afirmou a secretária. 

Critério
Ao Correio, a Sejus informou que a lista com as pessoas contempladas — critério com base no local onde residem, questão de saúde e idade (obrigatório ser acima de 60 anos) — a se hospedaram no Brasília Palace está pronta, e agora “é fazer o pente fino”. 

De acordo com a Sejus, a finalidade é oferecer estratégias efetivas de distanciamento social para os idosos. Contudo, os contemplados não serão obrigados a aderir à moradia temporária. O Governo do Distrito Federal (GDF) pagará à rede hoteleira uma tarifa solidária, que não corresponde à diária cobrada de hóspedes.

A Secretaria afirmou que busca parceria com outros hotéis da capital. Poderão participar do programa os hotéis que estejam dispostos a abrigar exclusivamente os idosos, ou seja, não podem ter outros hóspedes, como forma de garantir o isolamento social desse público. Além disso, deverão seguir também os protocolos de saúde e segurança definidos pelo governo.

Adote um Idoso

Outra parte do programa “Sua Vida Vale Muito” é a campanha “Adote um Idoso”, que mobiliza jovens e adultos para exercerem atividades do dia a dia para os idosos, como ir ao mercado e à farmácia. O objetivo é dar condições para que eles não precisem sair de casa. A iniciativa será executada em conjunto com a Sejus, por meio do "Programa Voluntariado em Ação". Os voluntários poderão se cadastrar no portal www.portaldovoluntariado.df.gov.br, que já conta com 26 mil inscritos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade