Cidades

Homem é preso após dar golpe de R$ 20 mil em empresa de construção

O suspeito, de 28 anos, realizou duas compras no site do estabelecimento com dados de terceiros. Polícia apela a denúncias para recuperar parte dos produtos da loja

Sarah Peres
postado em 21/04/2020 16:30
Daniel Martins da Costa não informou onde escondeu os produtos adquiridos ilegalmente na empresa de construçãoAgentes da 1; Delegacia de Polícia (Asa Sul) prenderam em flagrante Daniel Martins da Costa, 28 anos, acusado de estelionato. O morador de Águas Lindas de Goiás teria realizado compras no site de uma loja de material de construção, com dados de um cliente da empresa. Ele chegou a fazer a primeira retirada dos produtos no último sábado (18/4) e, na segunda-feira (20), ao retornar ao estabelecimento para buscar o restante das mercadorias, foi detido. Se condenado, pode pegar de 1 a 5 anos de prisão.

O suspeito teria realizado a primeira compra no site da empresa na quinta-feira (16), gastando mais de R$ 3,3 mil. No sábado, ele realizou mais uma compra, desta vez, de R$ 16,8 mil. "Ele tinha o modus operandi de fazer as compras virtuais com dados de terceiros e pedia para retirar as mercadorias no local (da empresa, localizada no Setor de Múltiplas Atividades Sul). No sábado, fez retirada de grande parte do material. Ao retornar para pegar o restante, foi preso pela nossa equipe", explica o delegado João de Ataliba, adjunto da 1;DP.

Segundo o investigador, Daniel não colaborou com a apuração do crime. "Os bens que ele obteve no sábado não foram recuperados, pois ele ficou calado. Por isso, não sabemos o destino dos bens que ele retirou. Estamos divulgando as imagens do autor. Assim, caso alguém souber quem é essa pessoa e souber algo sobre os produtos, pedimos que informe o que sabe para a polícia. A denúncia é sigilosa", acrescenta Ataliba.

Na primeira retirada das mercadorias, o acusado conseguiu uma máquina betoneira, três aparelhos de ar condicionado de 12 mil BTUs, 100 sacos de cimento de 40kg cada, dois tanques de 45l cada e duas lixeiras de inox de embutir.

Daniel é considerado um suspeito perigoso pelos policiais, uma vez que tem extensa ficha criminal. Ele foi preso por tráfico de drogas e furto qualificado. No ano passado, foi detido por tentativa de feminicídio. "Por isso, esperamos que a prisão em flagrante dele seja convertida em preventiva (em audiência de custódia). Assim, ele responderá pelos crimes em cárcere", finaliza o delegado da 2; DP.

Denuncie:

Denúncia Online ; http://www.pcdf.df.gov.br/servicos/197
E-mail ; denuncia197@pcdf.df.gov.br
Telefones ; 197 ou (61) 98626-1197 (WhatsApp)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação