Jornal Correio Braziliense

Cidades

Uso de máscaras será obrigatório no DF a partir desta quinta-feira

Vale lembrar que as máscaras cirúrgicas, descartáveis, são direcionadas, preferencialmente, para os profissionais de saúde, que estão na linha de frente do combate à pandemia

A recomendação é ficar em casa. No entanto, com as intenções de flexionamento do isolamento e obrigatoriedade do uso de máscaras a partir de 30 de abril, a população deve ficar atenta sobre a utilização dessa proteção contra o coronavírus. Por isso, as drogarias estão autorizadas a comercializar máscaras feitas de tecido. Vale lembrar, porém, que as máscaras cirúrgicas, descartáveis, são direcionadas, preferencialmente, para os profissionais de saúde, que estão na linha de frente do combate à pandemia.

Para o diretor do Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos do Distrito Federal (Sincofarma), Erivan Araújo, é necessário entender que a falta de máscaras acontece somente com os produtos direcionados aos profissionais, pois a população tem estoque suficiente. ;A maioria da produção de máscaras cirúrgicas foi direcionada para atender ao governo federal e aos locais. Então, as pessoas praticamente não vão encontrar nas drogarias. Mas a população em geral pode ficar tranquila, porque o produto que ela precisa será disponibilizado em quantidade suficiente para atender a todas as farmácias;, afirma.

As máscaras de tecido podem ser encontradas no mercado a preços que variam de R$ 4,90 a R$ 6,90, a unidade. Erivan salienta que as máscaras que estão autorizadas a serem vendidas não são aquelas feitas por costureiras, as artesanais. Segundo ele, o que foi definido pela vigilância sanitária é que essas máscaras devem ter uma indústria, vir com embalagem lacrada, contendo os dados da empresa que produziu, além da composição do material utilizado. ;Então é muito importante que a população fique atenta a isso. Cuidado, principalmente, com essas máscaras que estão sendo vendidas por camelôs nas ruas de Brasília. Procure uma drogaria mais próxima, verifique se a embalagem está lacrada. No caso daquelas drogarias que vendem somente o pacote, não é permitido que abra a embalagem e que venda separadamente;, alerta.

Importância


Segundo o diretor científico da Sociedade de Infectologia do Distrito Federal, José Davi Urbaez, o uso das máscaras tem grande importância. ;Com esta decisão, o governo está ampliando o dispositivo de isolamento. Nós sabemos que a máscara é uma barreira de proteção individual, mas que influencia diretamente no coletivo, uma vez que as secreções se depositam nas superfícies;, reforçou.

O infectologista ressalta que mesmo as máscaras fabricadas com tecidos devem ter um uso restrito e ser utilizadas de maneira temporária. ;O isolamento ainda é a melhor opção, no entanto, quem precisar sair para ir ao supermercado, farmácias e padarias, por exemplo, deve utilizar a máscara como forma de controlar a proliferação do novo coronavírus.

Rosemary Augusto de Carvalho, 58, se preparou antes que fosse obrigatório o uso de máscaras no DF e adquiriu, em uma farmácia perto de casa, o equipamento de proteção feito de tecido. A moradora do Guará conta que sempre acompanha o que os especialistas estão informando e já sabe qual é a melhor forma de se proteger e higienizar corretamente as máscaras. ;Comprei um pacote com dez máscaras. Sempre que saio de casa para ir ao médico, levo mais de uma na bolsa e troco quando é necessário. Aqui em casa, a gente prepara solução com água sanitária e sabão em pó. Deixo de molho, lavo e coloco para secar;, disse.

*Estagiária sob supervisão de Adson Boaventura

Uso
É recomendável que cada pessoa tenha cerca de cinco máscaras de uso individual. Antes de colocar a máscara no rosto, é necessário:

; Assegurar que a máscara está em condições de uso (limpa e sem rupturas)
; Fazer a adequada higienização da mão com água e sabonete ou com preparação alcoólica a 70% (cubra todas as superfícies de suas mãos e esfregue-as juntas até que se sintam secas)
; Tomar cuidado para não tocar na máscara; se tocá-la, deve executar imediatamente a higiene das mãos
; Cobrir totalmente a boca e nariz, sem deixar espaços nas laterais; manter conforto e espaço para a respiração
; Evitar uso de batom ou outra maquiagem ou base durante o uso da máscara

Recomendações

; Não utilizar a máscara por longo tempo (máximo três horas)
; Trocar após esse período e sempre que tiver úmida, com sujeira aparente, danificada ou se houver dificuldade para respirar; higienizar as mãos com água e sabonete ou preparação alcoólica a 70% ao chegar em casa
; Retire a máscara e coloque para lavar
; Repita os procedimentos de higienização das mãos após a retirada da máscara
; Não compartilhe a sua máscara, ainda que ela esteja lavada

Lavagem

Ao contrário das máscaras descartáveis, as máscaras de tecido podem ser lavadas e reutilizadas regularmente. Entretanto, recomenda-se evitar mais de 30 lavagens. A máscara deve ser lavada separadamente, com água corrente e sabão neutro. É preciso deixar de molho na água, sabão e água sanitária, entre 20 a 30 minutos, e utilizar após secar.

Fonte: Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)