Cidades

Polícia prende dois acusados de sequestrar e matar jovem de 19 anos

Quatro pessoas invadiram a casa de Paula Fernanda Barbosa Ferreira em janeiro de 2019 e a levaram até uma chácara. No local, os suspeitos esfaquearam a vítima e efetuaram disparos

Darcianne Diogo
postado em 05/05/2020 13:03
Paula Fernanda foi assassinada próximo ao Córrego Mestre D'ArmasAgentes da 16; Delegacia de Polícia (Planaltina) prenderam dois homens acusados no envolvimento no assassinato de Paula Fernanda Barbosa Ferreira, 19 anos. A jovem foi sequestrada na noite de 28 de janeiro de 2019 por quatro criminosos e, em seguida, esfaqueada no tórax, face e pescoço. Com isso, a polícia encerra as investigações em relação ao caso.

De acordo com o delegado à frente do caso, Eduardo Chamon, parte das investigações ocorreram em sigilo. Os dois suspeitos foram capturados nesta segunda-feira (4/5). ;Concluímos que o crime contou com a participação de quatro pessoas, sendo dois homens maiores de idade, um adolescente e uma mentora. Foi cerca de um ano e meio de apuração, trabalhando com depoimentos, oitivas, perícias e métodos sigilosos;, destacou.

Os dois autores presos e a mulher, indicada como a mentora do assassinato, responderão por homicídio qualificado e corrupção de menores. Segundo o investigador, no dia do crime, quatro pessoas encapuzadas e armadas chegaram em um carro e sequestraram a jovem na casa onde morava, em Planaltina de Goiás, na região de Brasilinha.
Os suspeitos levaram a jovem próximo a uma chácara que pertencia a um dos autores, na zona rural de Planaltina/DF. No local, eles a esfaquearam e efetuaram dois disparos de arma de fogo. Após isso, os criminosos tentaram carbonizar o corpo usando pneus e gasolina, mas falharam. O cadáver foi localizado no outro dia.

Prisões

O adolescente encontra-se apreendido por outro procedimento, como explicou o delegado. Os outros dois homens e a mulher maiores de idade responderão por homicídio consumado e qualificado, além de aliciamento de menores. A mulher responderá pelo crime em liberdade. Ela prestou esclarecimentos na delegacia e foi liberada após concordar com as medidas cautelares. A acusada não poderá se ausentar do Distrito Federal e terá que cumprir o recolhimento domiciliar no período noturno.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação