Cidades

Profissionais do Samu ajudam a conter alagamento em casa de paciente

Ao atender chamado no Núcleo Bandeirante, agentes do Samu ajudaram paciente de Mal de Parkinson avançado a limpar um vazamento perigoso

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 12/05/2020 11:57
Profissionais do SAMU perceberam que o homem podia se machucar e decidiram limpar o local Entre os trabalhos realizados pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), há situações em que o paciente necessita de mais que um atendimento de emergência, e o momento pede solidariedade. Ao atender um paciente no Núcleo Bandeirante, que seria uma pessoa supostamente em convulsão, a equipe encontrou um homem portador de mal de Parkinson que havia saído de casa para sacar o salário da aposentadoria. Devido ao estágio avançado da doença, ele estava cansado, tremia muito e não conseguia mais se locomover nem falar.

O enfermeiro José Júnior, da unidade de atenção, checou os sinais vitais e reconheceu o paciente, com quem já havia se comunicado durante outro atendimento. Ao constatar que o caso não era para regulação, a equipe solicitou autorização para deixá-lo em casa, onde ele vive sozinho.

Humanidade

[SAIBAMAIS]Na casa onde o homem mora, a duas quadras do local da ocorrência, a equipe de saúde percebeu que, devido a um vazamento de água, estava tudo alagado. Os socorristas do Samu não pensaram duas vezes: fizeram a limpeza do local.

;Nos deparamos com uma situação séria, em que o paciente poderia sofrer um grave acidente;, conta José Júnior. ;Não podíamos simplesmente deixá-lo, mesmo que sob orientação. É impossível sair deixando tudo alagado. Num lugar pequeno como aquele, ele poderia até morrer numa queda ao bater a cabeça num móvel ou mesmo no chão;, afirmou.

* Com informações da Agência Brasília




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação