Cidades

Das 18 agências do trabalhador, 15 voltam a fazer atendimento presencial

O serviço presencial foi retomado após a divulgação de uma portaria da Secretaria de Trabalho que classificou a emissão do seguro-desemprego como essencial

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 12/05/2020 22:15
Agências do trabalhador voltam a atendem presencialmenteAs agências do trabalhador voltam a atender presencialmente no Distrito Federal. O serviço começou a ser normalizado nesta terça-feira (12/5), após a divulgação de uma portaria da Secretaria de Trabalho que classificou a emissão do seguro-desemprego como essencial. No entanto, algumas mudanças foram adotadas no atendimento para preservar a saúde dos funcionários e da população.

De acordo com o texto publicado no Diário Oficial do Distrito Federal, nesta segunda-feira (11/5), os usuários deverão, obrigatoriamente, utilizar máscaras de proteção facial, sem prejuízo das recomendações expedidas pelas autoridades sanitárias. Na agência do trabalhador da Estrutural, uma fita isolante branca sinalizava o distanciamento, deixando um banco de distância entre as pessoas.

No dia 16 de março, o atendimento ficou restrito a cinco unidades: Ceilândia, Gama, Plano Piloto, Sobradinho e Taguatinga. O restante permaneceu em regime de teletrabalho. Nas cinco agências abertas, o atendimento presencial era condicionado à marcação prévia de horário. Das 18 agências do trabalhador, três unidades ainda não voltaram a funcionar: Guará, Itapoã e a da Câmara Legislativa - que continua em teletrabalho.

Grupo de risco


De acordo com a portaria da Secretaria de Trabalho, não deverão ser realizados atendimentos às pessoas que estejam classificadas como grupo de risco. A esses usuários, o serviço será feito por meio da Central Alô Trabalho (Telefone 158) e dos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, disponíveis para os sistemas operacionais Android e IOS. Esse serviço também está disponível a todos os cidadãos e não somente aos do grupo de risco.

Vagas


Nesta quarta-feira (13/5), as agências do trabalhador ofertam 121 vagas de emprego. Entre elas, quatro destinadas a analistas de desenvolvimento de sistema, com salário de R$ 8.255,97. Para concorrer, é preciso ter nível superior completo e experiência na área.

Há também vagas para chefe de confeitaria (1) e para técnicos de planejamento de obras (1), agrícola (1) e de enfermagem (20). Para todas elas é preciso ter ensino médio completo.

O maior número de ofertas é para vendedor pracista, um total de 50. O salário oferecido é de R$ 1.184, mais benefícios. Também há oportunidades para açougueiros e ajudante de açougueiros, agente e auxiliar administrativo, auxiliar de cozinha, churrasqueiro, confeiteiro, empacotador, estágio em engenharia civil, fiscal de caixa, mecânico, motorista, operador de adegas, quitandeiro, salgadeiro e zelador.

Também há uma vaga de repositor de supermercado está reservada à pessoa com deficiência. O salário oferecido é de R$ 1.184, mais benefícios. É necessário ter experiência na área e ensino médio completo.

Os interessados em concorrer às vagas deverão acessar o aplicativo Sine Fácil ou ir em uma das agências do trabalhador entre 8h e 17h, de segunda a sexta-feira.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação