Cidades

Com quase 3 mil casos, DF habilita mais 60 leitos de UTI

postado em 13/05/2020 04:04
No Dia Mundial da Enfermagem, enfermeiros de todo o DF foram homenageados. Na foto, a equipe do Hospital Santa Lúcia, que teve um encontro com café da manhã
O Distrito Federal chegou a 2.979 casos confirmados de covid-19. São 46 mortes pela doença e 1.534 pessoas recuperadas, de acordo com o último boletim, divulgado ontem, da Secretaria de Saúde. Para auxiliar no combate à doença, o Executivo local habilitou 60 novos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) na rede pública de saúde ; 20 na UPA do Núcleo Bandeirante, 31 no Hospital de Base e 9 no Hospital de Santa Maria.

Com isso, o DF passa a ter 232 leitos de UTI para tratamento do coronavírus. A taxa de ocupação dos leitos da rede pública do DF é de 21,12%. Entre os infectados, há 192 pacientes internados em hospitais da rede pública e particular, sendo 87 em UTI.

Representantes da força-tarefa do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) vistoriaram, ontem, o hospital de campanha que está sendo finalizado no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. Na próxima semana, serão entregues os primeiros leitos para acolher pacientes com covid-19. A unidade contará com 173 leitos de enfermaria, 20 de UTI e quatro de emergência, estrutura montada com um investimento de R$ 79 milhões.

Durante a inspeção, os membros do MPDFT acompanharam explicações de técnicos da Secretaria de Saúde sobre a infraestrutura do local e como foi feito o trabalho de construção e instalação da parte elétrica e hidráulica e piso apropriado para limpeza, características dos leitos, listagem dos equipamentos e insumos hospitalares já estão presentes no espaço e cronograma de ação e manutenção.

Satisfatório
O coordenador da força-tarefa do Ministério Público, José Eduardo Sabo Paes, avaliou que o trabalho de montagem e o cronograma de funcionamento do hospital de campanha está sendo bem executado.

;Da forma que houve a proposta inicial, de fazer com que todas as estruturas possam estar prontas e em funcionamento, nos parece bastante satisfatório;, declarou o promotor, acrescentando que a força-tarefa fará nova visita ao local, junto com médicos e especialistas convidados pelo MPDFT, para aferir as condições do equipamento.

O secretário de Saúde comentou sobre o trabalho e prestação de contas que a pasta faz durante estas visitas. ;É muito importante dar transparência, comprovar para os órgãos de controle a estratégia que nós adotamos. Hoje (ontem), com a própria fala do Ministério Público, está claro que estamos no caminho certo, diferente da estratégia que foi adotada em outros estados;, ressalta.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação