Cidades

Segundo MPDFT, cronograma de hospital de campanha está bem executado

Primeiros leitos do hospital de campanha montado no Mané Garrincha serão entregues na próxima semana . Essa é a segunda visita do MPDFT ao local

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 13/05/2020 10:17
 (foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília  )
(foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília )
Unidade contará com 173 leitos de enfermaria, 20 de UTI e quatro de emergênciaRepresentantes do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) que atuam em ações de combate ao coronavírus visitaram pela segunda vez, na tarde desta terça-feira (12/5), o hospital de campanha no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. O hospital está em fase de finalização.

Segundo a Secretaria de Saúde (SES), já na próxima semana serão entregues os primeiros leitos para acolher pacientes com o vírus. O hospital de campanha terá 173 leitos de enfermaria, 20 de UTI e quatro de emergência, estrutura montada com um investimento de R$ 79 milhões.

Durante a visita, os membros do MPDFT tiveram explicações sobre a infraestrutura do local e sobre como foi feita a construção e instalação das partes elétrica e hidráulica. Os técnicos da secretaria de Saúde também explicaram sobre a colocação de piso apropriado para limpeza, características dos leitos, listagem dos equipamentos e insumos hospitalares já presentes no espaço, além do cronograma de ação e manutenção.

Unidade contará com 173 leitos de enfermaria, 20 de UTI e quatro de emergênciaAlém disso, os técnicos também conduziram os promotores pelo chamado fluxo do paciente, que mostra o caminho que um enfermo realizará desde o momento em que entrar no hospital até a acomodação no leito.

Ainda nesta visita, os membros do MPDFT tiraram dúvidas com os representantes do GDF e também das empresas que trabalham no local. Coube a elas dar detalhes técnicos sobre a infraestrutura e sobre como será realizada a gerência do hospital, além de dados sobre as equipes que trabalharão no local e receberão os pacientes.

Estagiária sob a supervisão de Vinicius Nader

Os promotores foram acompanhados na visita pelo chefe da Casa Civil, Valdetário Andrade Monteiro, pelo secretário de Saúde, Francisco Araújo Filho, e por representantes da pasta e de duas empresas que trabalham na montagem e na gerência do hospital.

O coordenador da força-tarefa do MPDFT, José Eduardo Sabo Paes, avaliou que o trabalho de montagem e o cronograma de funcionamento do hospital de campanha está sendo bem executado. ;Da forma que houve a proposta inicial, de fazer com que todas as estruturas possam estar prontas e em funcionamento, nos parece bastante satisfatório;, declarou o promotor, acrescentando que a força-tarefa fará nova visita ao local, junto com médicos e especialistas convidados pelo MPDFT, para aferir as condições do equipamento.

O secretário de Saúde comentou sobre esta prestação de contas que a pasta faz durante estas visitas. ;É muito importante esse trabalho de prestação de contas, de dar transparência, de comprovar para os órgãos de controle a estratégia que nós adotamos. Hoje, com a própria fala do Ministério Público, está claro que estamos no caminho certo, diferente da estratégia que foi adotada em outros estados;, ressalta.

*Com informações da Agência Brasília

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação