Cidades

Papuda registra primeira morte por coronavírus; vítima é um policial penal

O policial penal trabalhava na Penitenciária do Distrito Federal 1 (PDF1). Ele faleceu na manhã deste domingo (17/5)

Walder Galvão
postado em 17/05/2020 13:24
 (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Boletim divulgado na sexta-feira (17/5) pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que havia 495 presos diagnosticados com coronavírusO sistema carcerário do Distrito Federal registrou a primeira morte provocada pelo novo coronavírus. A vítima é um agente penal de 45 anos que estava internado no Hospital Regional da Asa Norte (Hran). Ele trabalhava na Penitenciária do Distrito Federal 1 (PDF1) e faleceu na manhã deste domingo (17/5).
De acordo com a Secretaria de Saúde, a vítima morava em Santa Maria e estava internada no Hran desde 28 de abril. Ele não tinha comorbidades ; presença e outras doenças que podem agravar os sintomas da covid-19.
Com o novo registro, o Distrito Federal chega a 56 óbitos confirmados da doença. Além disso, há 4.247 casos confirmados da covid-19 na capital. No Twitter, o secretário de Segurança Pública, Anderson Torres, lamentou o novo óbito. "Dia triste para a segurança pública do DF", disse.
Boletim divulgado na sexta-feira (17/5) pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que havia 495 presos diagnosticados com coronavírus. O relatório mostrava que 110 policiais penais estavam com a doença. Além disso, de acordo com a pasta, dois agentes estavam internados no Hran e três na rede particular da capital.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação