Publicidade

Correio Braziliense

Multa para quem circular sem máscara no DF começa a ser aplicada hoje

Quem for flagrado sem a máscara poderá pagar R$ 2 mil, por infração sanitária. Para os estabelecimentos, o valor é de R$ 4 mil e pode ser dobrado caso haja reincidência


postado em 18/05/2020 08:03 / atualizado em 18/05/2020 08:24

As máscaras devem ser usadas em espaços públicos, vias públicas, equipamentos de transporte público coletivo e estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços(foto: Ana Rayssa/CB/D.A Press)
As máscaras devem ser usadas em espaços públicos, vias públicas, equipamentos de transporte público coletivo e estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços (foto: Ana Rayssa/CB/D.A Press)
A partir desta segunda-feira (18/5), quem sair de casa sem máscara de proteção no DF será multado. O utensílio é uma das principais medidas de proteção do novo coronavírus. O uso obrigatório dele está vigente desde 30 de abril no Distrito Federal, e apenas em 11 de maio a multa passou a valer para quem descumprisse a regra. Na primeira semana, no entanto, o Executivo decidiu adotar uma abordagem educativa e apenas punir quem demonstrasse resistência. 

Quem for flagrado sem a máscara poderá pagar R$ 2 mil, por infração sanitária. Para os estabelecimentos, o valor é de R$ 4 mil e pode ser dobrado caso haja reincidência. A fiscalização do uso do equipamento ficará a cargo Secretaria de Proteção da Ordem Urbanística (DF Legal) e contará com uma força-tarefa composta por diversos órgãos, como o Departamento de Trânsito (Detran) e Polícia Militar.
 
Entretanto, apenas DF Legal, Diretoria de Vigilância Sanitária (Divisa) e Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) podem aplicar as multas. Quem for penalizado tem prazo de 10 dias para apresentação de eventual impugnação junto ao órgão emitente do ato administrativo.

As máscaras de proteção facial devem ser usadas em espaços públicos, vias públicas, equipamentos de transporte público coletivo e estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços.
 
Para auxiliar a população, a partir desta segunda-feira (18/5), o Corpo de Bombeiros reproduzirá com o sistema de áudio de suas viaturas uma mensagem com orientações sobre a importância do uso da máscara. O informativo será repercutido pelas guarnições de socorro, sem prejudicar os atendimentos às ocorrências diárias. Equipes também acompanharão as ações de conscientização das Administrações Regionais. 

Especialistas explicam que a máscara é uma medida adicional para a proteção de quem precisa sair de casa. O uso dela não muda a necessidade de manter o distanciamento social. O produto descartável deve ser usado apenas uma vez e, em seguida, jogado no lixo. O de tecido precisa ter pelo menos duas camadas para ter eficiência. Essa pode ser utilizada e reutilizada após a higienização. Veja abaixo como lavar as máscaras de pano de forma correta. 

Higienização 

» Não lave junto com outras roupas
» Use água e sabão
» Deixe a máscara de molho por cerca de 30 minutos em uma solução com duas colheres de sopa de água sanitária para cada litro de água
» Enxágue bem. Não torça com força para evitar o desgaste do tecido e deixe secar
» É importante que, após ser passada em ferro quente, a máscara seja guardada em um recipiente limpo
 
Fonte: Gilberto Nogueira, infectologista da Rede D’Or São Luiz 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade