Cidades

Administração de presídios sai da pasta de Segurança e vira secretaria

Adval Cardoso deixa Sesipe e assume a pasta. Ele afirma que a desvinculação vai dar celeridade aos processos de melhoria do sistema prisional

Juliana Andrade
postado em 27/05/2020 12:42
Adval Cardoso deixa assumiu a titularidade da nova secretariaA administração das penitenciárias do Distrito Federal ganhou autonomia. O Governo do Distrito Federal (GDF) criou a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Distrito Federal. Os trabalhos eram feitos pela Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe), vinculada à Secretaria de Segurança Pública. Adval Cardoso Matos deixa a Sesipe e assume a titularidade da nova pasta do governo.

Ao Correio, o novo secretário afirma que o objetivo da desvinculação é dar mais celeridade aos processos. ;Ela era uma subsecretaria da Segurança Pública que tinha várias outras subsecretarias. Isso acabava deixando o sistema prisional em prejuizo. Eram vários setores demandando uma mesma secretaria. Agora, a gente tem autonomia financeira e administrativa e podemos dar vazão às demandas do sistema prisional com mais celeridade;, ressalta Adval.

O secretÁrio destaca que vai se dedicar a melhorar o sistema e as condições de trabalho dos servidores. ;Queremos um sistema em que o preso saia ao menos melhor do que entrou. O sistema é muito complexo. Temos o problema da superlotação e da ressocialização, além das condições da categoria de policial penal;, garantiu.

Covid-19

A autonomia veio em meio ao grande número de casos de covid-19 confirmados no Sistema Penitenciário, outro desafio para a pasta. São 675 casos confirmados da doença, além da morte de um interno e de um policial penal. Para Adval, a autonomia da secretaria vai ajudar no combate à disseminação da doença dentro dos presídios.
;Nós vamos poder empregar os nosso recursos nas questões mais importantes. A partir do momento em que a gente concretizar essa transição, vamos saber quais são as nossas demandas prioritária para que os recursos sejam aplicados e não vamos mais ficar dependendo da secretaria, que tinha uma demanda imensa, com várisa subsecretarias para atender;, diz.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação